Skip to main content
Menu

Vasco vence o Botafogo, encerra jejum em clássicos e entra no G4 do Carioca

O Vasco se recuperou da derrota para o Fluminense e venceu o Botafogo por 2 a 0, no Maracanã, pelo jogo adiado da 3ª rodada do Campeonato Carioca.

Os gols foram marcados por Alex Teixeira e Pedro Raul, ambos na etapa final. No primeiro tempo, o Glorioso teve Adryelson e Rafael expulsos, o que dificultou demais a vida do time no clássico. 

Com a vitória, o Vasco chegou aos 14 pontos e entrou no G4 do Campeonato Carioca, ultrapassando o Volta Redonda. O Botafogo segue em segundo lugar, com 16 pontos.

CLÁSSICO DA AMIZADE?

O clima pacífico de Vasco e Botafogo ficou para trás logo depois que a bola rolou.

Já com cinco minutos, Galarza e Adryelson se envolveram em uma confusão, com direito a xingamentos e empurrões. Ambos levaram cartão amarelo, mas o zagueiro do Botafogo levou a pior.

Pendurado, o jogador fez falta em Alex Teixeira na entrada da área e foi expulso, deixando o Glorioso com um a menos. 

SUSTO

Philipe Sampaio entrou em campo no lugar de Marlon Freitas para refazer a zaga do Botafogo.

No entanto, o zagueiro participou de apenas 18 minutos do jogo. O jogador desmaiou e a ambulância precisou ser acionada.

Pouco tempo depois, Sampaio retomou a consciência, mas foi encaminhado ao hospital para realizar exames complementares.

FILME REPETIDO

Com um jogador a mais, o Vasco foi muito mais perigoso e criou boas chances. Quando acertou o gol, o goleiro Lucas Perri realizou grandes defesas.

Mas quando o gol estava vazio, Pedro Raul chutou para fora, desperdiçando grande oportunidade.

Após o lance todos pensaram na máxima do futebol, de quem não faz, acaba levando.

Aconteceu no clássico com o Fluminense, no qual o Cruz-Maltino não conseguiu marcar quando esteve melhor. 

VAR, NOVA CONFUSÃO E MAIS UMA EXPULSÃO

O Vasco seguiu pressionando e quase teve a chance de abrir o placar através de um pênalti.

Puma Rodríguez preparou o chute, mas Joel Carli cortou a bola no momento certo.

O árbitro acabou marcando a penalidade, mas com o auxílio do VAR, voltou atrás na decisão, mas acabou vendo o lance que o lateral-direito Rafael, do Botafogo, agrediu o volante Barros, do Vasco.

O jogador do Glorioso acabou expulso e o Cruz-Maltino agora tem dois jogadores a mais. 

GOL DO ALÍVIO


Com dois jogadores a mais, o Vasco foi com tudo para cima do Botafogo, que valente, tentou se defender como dava, mas o acaso traiu o Glorioso.

Puma Rodríguez cruzou, a bola foi desviada em Hugo e ficou na altura certa para Alex Teixeira marcar, de cabeça. Primeiro gol do atacante no Rio de Janeiro, desde que voltou ao Cruz-Maltino

A LEI QUE NUNCA FALHA

Apesar da vantagem no placar, o Vasco seguiu buscando ampliar o marcador e deu espaços para o Botafogo, assustando o goleiro Halls.

O Cruz-Maltino cercava a área do Botafogo, mas não conseguia ser efetivo, mas chegou ao gol na bola parada.

Nenê cobrou escanteio com categoria e Pedro Raul marcou de cabeça, para tirar um peso das costas e provar que a lei do ex é uma das poucas que funcionam no Brasil. 

FIM DO JEJUM

Com a vitória, o Vasco encerrou um incômodo jejum de vitórias em clássicos. Contando os jogos contra Flamengo, Fluminense e Botafogo, o Cruz-Maltino perdeu os últimos nove jogos. 

FICHA TÉCNICA

3ª RODADA DO CAMPEONATO CARIOCA
VASCO 2 X 0 BOTAFOGO

Data e horário: 16/02/2023, às 20h30 (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Yuri Elino Ferreira da Cruz
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Gustavo Mota Correira
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Público/Renda: –
Cartões Amarelos: Galarza, Barros, (Vasco); Adryelson, Joel Carli (Botafogo)
Cartões Vermelhos: Adryelson e Rafael (Botafogo)
Gols: Alex Teixeira (10′ do 2ºT / 1-0) e Pedro Raul (25′ do 2ºT / 2-0)

BOTAFOGO (Técnico: Luís Castro)

Lucas ​Perri, Rafael, Adryelson, Cuesta e Hugo; Tchê Tchê, Gabriel Pires e Marlon Freitas (Philippe Sampaio – 10′ do 1ºT); Lucas Piazon (Daniel Borges – intervalo), Victor Sá (Matheus Nascimento – 32′ do 2ºT) e Tiquinho Soares (Danilo Barbosa – intervalo).

VASCO (Técnico: Mauricio Barbieri)
Halls; Puma Rodríguez, Miranda, Léo e Lucas Piton; Rodrigo (De Lucca – 30′ do 2ºT), Barros (Nenê – intervalo) e Galarza (Erick Marcus – intervalo); Gabriel Pec (Paulo Victor – 42′ do 2ºT), Alex Teixeira (Eguinaldo – 30′ do 2ºT) e Pedro Raul.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Fonte: Lance!

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE