Skip to main content
Menu

Márcio Roberto e Galego de Souza anunciam aliança politica em São Bento

A aliança entre Márcio Roberto e Galego Souza (Foto acima) ocorre com o lema “Unidos por São Bento”, fortalecendo o bloco da oposição no município, na expectativa de apresentar uma candidatura única e competitiva à Prefeitura de São Bento, nas eleições de 2024.

A provável chapa majoritária da oposição poderá ser formada com o empresário e ex-vereador, Marcos Davi (Progressistas), que é pré-candidato a prefeito por indicação do deputado estadual Galego Souza e pelo empresário Rafinha Banana (MDB), ligado a Márcio Roberto, como pré-candidato a vice-prefeito.

Estiveram presentes no anúncio o ex-deputado estadual Jullys Roberto; o ex-prefeito de São Bento, Gemilton Souza; vereadores e diversas lideranças políticas da região.

Pacificação política

A união dos dois é considerada histórica em São Bento e promete mexer no tabuleiro político do município.

Márcio Roberto foi eleito deputado estadual nas eleições 2022 com 40.909 votos, mas teve o mandato cassado pela Justiça Eleitoral. Já Galego Sousa foi eleito com 34.452 mil sufrágios.

O anúncio da aliança ocorre um mês após o rompimento anunciado pelo prefeito Jarques Lúcio com Márcio Roberto.

Rompimento político

No dia 9 de fevereiro de 2023, o prefeito Jarques Lucio, do município de São Bento, anunciou rompimento oficial com o grupo do político liderado pelo

ex-deputado estadual e atual comandante da Secretaria da Articulação Política Estadual, Márcio Roberto.

Segundo Jarques, que também é presidente do Codemp (Consórcio de Municípios do Médio Piranhas), o rompimento político se deu a partir da quebra de um compromisso assumido por Roberto em apoiar um candidato da situação para sair candidato ao comando da Prefeitura Municipal de São Bento nas Eleições 2024.

O compromisso, segundo Jarques Lucio, foi quebrado por Márcio Roberto (Foto acima), depois do prefeito ter cumprido a sua parte no acordo e ter apoiado o ex-deputado na campanha eleitoral de 2022.

O gestor tornou a situação pública através da divulgação de uma ‘Nota Oficial’.

Confira a íntegra da ‘Nota’:

Diante das indagações e interpelações que tenho recebido recentemente sobre conjuntura política atual no Município de São Bento, venho comunicar oficialmente, de forma pública, que nosso grupo político não mais caminha lado a lado com o grupo político do Secretário Márcio Roberto.

Informo que, infelizmente, apesar de eu ter cumprido com todos os compromissos políticos assumidos com Márcio Roberto e seu grupo, não houve a reciprocidade para uma aliança política íntegra, estável e duradoura — o que evidenciou, aos olhos de todos, a inviabilidade da união política.

Nesse sentido, esclareço a todos que havia um acordo assumido entre Márcio Roberto e eu, no qual eu o apoiaria no seu pleito para deputado estadual na campanha de 2022 e ele apoiaria o candidato indicado pela situação ao pleito para prefeito de São Bento nas eleições de 2024. Eu fiz minha parte. Ocorre que, como é de conhecimento público e notório, Márcio Roberto e seu grupo resolveram incentivar a pré-candidatura de um adversário político declarado, e mesmo tendo conhecimento da minha desaprovação à escolha, mantiveram o apoio, e jamais se posicionaram pública ou privadamente contra os atos, articulações e ataques que o pré-candidato do seu grupo vem realizando há meses contra mim e contra minha gestão. Ao contrário, vem dando suporte e incentivo, deixando claro o seu posicionamento político em desfavor do nosso projeto.

Torno público, ainda, que mesmo diante de muitos e variados fatores complicadores da relação política, eu, de minha parte, tenho a consciência tranquila de quem fez todos esforços no intuito de manter a aliança, porém, diante da clara e evidente ausência de reciprocidade, não me restou outra opção senão aceitar a escolha feita por Márcio Roberto.

Por fim, quero publicizar que, mesmo diante de novos desafios e das decepções com pessoas que eu considerava mais que aliadas, que eu considerava amigos, continuarei lutando – e agora com ainda mais garra – pelo bem de São Bento e do seu povo, pois essa é uma missão que assumi com verdade, honestidade e com compromisso, e da qual não abro mão nem esmoreço.

O outro lado

O secretário Márcio Roberto, por sua vez, após a repercussão do caso, decidiu emitir uma ‘Nota de Esclarecimento’ afirmando que em 30 (trinta) anos de vida pública sempre esteve ao lado do povo e da verdade e que nunca descumpriu um acordo político.

Márcio Roberto (Foto acima), contradizendo a fala de Jarques Lúcio, ainda afirmou que não houve entre ambos algum acordo político feito para 2024.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Ao meu povo querido de São Bento !

Diante nota oficial do prefeito Jarques Lúcio anunciando o rompimento da nossa aliança, essa feita ainda em 2016 que o deu vitória nas urnas por 2 vezes, me sinto obrigado a vir a tona publicamente, mesmo quando preferi até agora me manter neutro e em silêncio por vários motivos, mas após acusações e calúnias proferidas em primeiro lugar a minha filha Marcia Roberta, vereadora de São Bento, e agora a mim, meu filho Jullys Roberto e até então nosso e também aliado do prefeito Rafael Cavalcante, declaro:

Em Primeiro lugar, ressalto e lembro que tenho 30 anos de vida pública, sempre ao lado do povo e da verdade, o que me fez nunca descumprir um acordo político, o que também me trouxe muitas decepções e desafios, tendo sempre que recomeçar depois de dar nosso apoio e ser traído em seguida. Apesar disso, nunca desisti e mudei meu modo de fazer política, e dessa vez não seria e jamais será diferente. Depois de 6 anos de aliança com o prefeito Jarques, hoje me vejo novamente provando da decepção que foi, mais uma vez, confiar meu voto e das pessoas que sempre me acompanharam, à ele.

Não há espaço para arrependidos, mas semprehaverá para a verdade. Cumpri com o prefeito em 2016 e 2020, mesmo passando pelas traições dos seus em 2018 e superando as inúmeras tentativas dele nos tirar da chapa majoritária em 2020, seguindo assim, juntos até 2022 para que ele também cumprisse a última parte do nosso acordo, que seria fazer parte do nosso grupo e nos ajudar a chegar a assembleia novamente. Foi mais um ano difícil, tomado por conversas de rua e falta de posicionamento do mesmo até quase vésperas do período eleitoral, mas, diante a vontade do povo e o quadro que se desenhou, Jarques não teve saída, e assim, foi obrigado a me apoiar. Deu certo! Junto com toda a Paraíba, vencemos as eleicões!

Acordos cumpridos de ambos os lados, e agora seria a hora da renovação dessa aliança, tanto pra 2024, quanto pra 2026, mas Jarques sempre teve outros planos, que agora estão vindo à tona.

Reafirmo, e provo, que em relação as acusações sobre a sessão do dia 01/02 da câmara legislativa, onde ele acusa minha filha, a vereadora Marcia Roberta de arquitetar uma suposta doença pra se ausentar a sessão, porém a mesma tem provas documentais, exames e atestado médico que desmente o prefeito, comprovando assim, sua falta de respeito, de bom senso e consideração em primeiro lugar a uma mulher no início de sua 1ª gestação, e a sua aliada de 1ª hora que foi por 6 anos, quando também foi presidente das duas principais comissões da câmara, em favor do prefeito.

Vale lembrar também, que na mesma sessão que ele julga como motivo do rompimento, Marcia Roberta não estava presente, pois estava acobertada por atestado médico, e outra parlamentar que ele confiou, chegou na hora e votou contra ele. Isso não sou eu quem está dizendo, foi toda São Bento que viu e comprovou ao vivo.

Nunca defendi candidatura própria de ninguém, sempre optei por alguém que fizesse parte do grupo, e também agregasse-o. Toda São Bento sabe disso, mas Pra quem não sabe ainda, todas as vezes que fui questionado publicamente ou não, deixei essa mesma decisão em evidência, a exemplo das duas últimas entrevistas que dei no dia 18/01/23, em emissora de rádio estadual, afirmando novamente nossa aliança, e mais uma vez, apoiando a escolha de um nome do nosso grupo e que contasse com o apoio de todos, inclusive do povo, para futuro candidato à prefeito de São Bento!

O mesmo ressalta um acordo feito para 2024, o que é mentira, porém, apesar de ambos os acordos terem sido cumpridos anteriormente, incluindo 2016, 2018, 2020 e 2022, eu e todos os que me acompanham, estávamos prontos para a renovação. mas contando com o apoio em primeiro lugar do povo, Para 2024 e 2026.

Entretanto, não era dessa forma que o prefeito desejava, pois, queria que eu, como líder, declarasse apoio a um candidato larania dele, o que não foi atendido por mim, pois sempre optei por um nome que todos do grupo apoiassem, que tivesse também a aprovação do povo de São Bento mediante pesquisas internas, e que não prevalecesse apenas a vontade do prefeito. Ficou evidente assim, o real motivo do rompimento por parte dele. que é eleger um prefeito laranja em 2024, sem a participação do povo em sua escolha, e ser candidato a deputado estadual em 2026.

Esse foi o verdadeiro motivo o qual ele rompeu, mas preferiu usar uma desculpa mesquinha e mentirosa como justificativa.

Estou tranquilo que nunca traí nenhum aliado, e que sempre, até o último momento do dia 06/02/23, defendi a continuação da alianca.

Finalizo deixando claro, fui, sou e sempre serei Homem de Palavra, pois quem anda com a verdade, anda amparado.
Seguimos firmes, trabalhando e mostrando à São Bento e toda Paraíba o porque o povo me deu uma nova chance.

Gratidão à Deus, e ao povo!

Márcio Roberto
Dep estadual e Secretário do Estado;
09 de fevereiro de 2023

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: O Beabá do Sertão

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE