Skip to main content
Menu

Delegado preso na Paraíba por se apropriar de fianças é solto em audiência de custódia

O delegado preso acusado de se apropriar de fianças e de retardar a movimentação de inquéritos policiais em Patos, no Sertão da Paraíba, foi solto em audiência de custódia, nessa sexta-feira (04/08/2023), na análise que se refere ao porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

A análise da prisão por peculato e prevaricação ainda será analisada. A decisão foi do juiz José Milton Barros de Araújo. Elcenho Engel Leite de Souza atuava na Polícia Civil na região de Patos e foi detido ontem em operação da própria PC contra a corrupção na instituição.

De acordo com o relatório do juiz, “há nos autos prova da existência do crime e indícios suficientes de autoria, pois o indiciado foi preso em flagrante delito, após a prática do crime a ele imputado. A ilação é que os pressupostos da prisão preventiva estão preenchidos.”

Ele pontuou que, “entretanto, o art. 312 do Código de Processo Penal, conforme acima decantado, exige, também, o preenchimento de ao menos um dos fundamentos. In casu, não está presente qualquer um dos requisitos que podem alicerçar a decretação [de prisão preventiva]”.

Após as considerações, o magistrado declarou a decisão, que inclui medidas cautelares a serem cumpridas pelo delegado. “Concedo liberdade provisória sem fiança ao flagranteado ELCENHO ENGEL LEITE DE SOUZA mediante o cumprimento das seguintes medidas cautelares, sob pena de eventualmente ser decretada a prisão preventiva.”

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Click PB

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE