Skip to main content
Menu

Volta Redonda faz segundo tempo perfeito, vence o Fluminense e se isola como vice-líder do Campeonato Carioca

Não faltou garra ao Fluminense no Raulino de Oliveira. Porém, a equipe esbarrou mais uma vez em momentos de muito nervosismo e saiu de campo com a derrota por 1 a 0 para oVolta Redonda, que fez um grande segundo tempo. Coube a Lelê fazer o gol da vitória do Voltaço, em jogo válido pela sexta rodada da Taça Guanabara (primeira fase do Campeonato Carioca).

Com resultado, a equipe da Cidade do Aço é vice-líder da competição, com 13 pontos. O Tricolor das Laranjeiras está com dez pontos na quarta colocação.

Os comandados de Fernando Diniz voltam a campo no domingo (05/02/2023), às 18h, diante do Audax. A equipe da Cidade do Aço, por sua vez, encara na segunda-feira (06/02/2023) a Portuguesa no Luso-Brasileiro, às 20h.

TRICOLORES PARAM NO TRAVESSÃO

O Fluminense chegou a passar por apuros nos primeiros minutos. Lelê abriu caminho entre a defesa adversária e foi parado com falta. Luciano Naninho cobrou rente à trave.

Porém, a equipe tricolor logo teve um início promissor. Keno se desvencilhou da marcação, cruzou e a zaga do Voltaço se antecipou a Germán Cano. Só que Manoel roubou a cena no início da partida. Após cobrança de escanteio de Arias, o camisa 3 se antecipou e cabeceou bola no travessão. Em seguida, André cruzou e Manoel desviou de letra, fazendo Jefferson saltar para encaixar.

CHANCES PERDIDAS DOS DOIS LADOS

O Fluminense continuou com seu ímpeto. Cano avançou e encheu o pé, mas a bola passou por cima. Ganso esticou e Keno assustou Jefferson com finalização rente à trave. Samuel Xavier aproveitou um espaço e deu chute venenoso, que obrigou o goleiro do Volta Redonda a se esticar para espalmar de mão trocada.

Aos poucos, os donos da casa voltaram a crescer e viram o artilheiro Lelê ditar o ritmo de suas investidas. O camisa 18 ajeitou e Bruno Barra bateu rasteiro, fazendo Fábio cair para defender. Luciano Naninho abriu caminho e Lelê teve boa chance, mas pegou mal na bola. Em nova brecha, Naninho lançou e Lelê fez o desvio, obrigando Fábio a salvar no limite. Por mais oportunidades que tenham surgido, o placar continuou em branco na etapa inicial.

VOLTAÇO SAI NA FRENTE NO EMBALO DE LELÊ

O Volta Redonda se mostrou certeiro ao aproveitar vacilo na marcação do Fluminense. Luciano Naninho se desvencilhou de Nino e fez ótimo lançamento para Lelê. O atacante surgiu nas costas de Manoel, deixou Calegari para trás e tocou na saída de Fábio, abrindo o placar aos três minutos. 

FLUMINENSE TENTA, VOLTA REDONDA ASSUSTA

Aos trancos e barrancos, o Fluminense buscava investidas com Keno e Ganso. Porém, a equipe comandada pelo interino Eduardo Barros (Fernando Diniz cumpria suspensão por sua expulsão no clássico diante do Botafogo) se atrapalhava ao fazer lançamentos para Germán Cano e via Arias se enrolava ao criar jogadas individuais.

RETA FINAL NERVOSA

Nos acréscimos, os tricolores avançaram de vez ao ataque. Giovanni Manson cobrou escanteio e Germán Cano mandou para fora. Em seguida, a polêmica entrou em campo. Cano aproveitou uma brecha e deu um chutaço. Jefferson espalmou para o meio e dois jogadores tricolores caíram na área pediram pênalti. O árbitro mandou seguir. Em seguida, André deu um carrinho por trás em Macário. O meio-campista, que tinha recebido cartão amarelo na etapa inicial, acabou expulso.

FICHA TÉCNICA

VOLTA REDONDA 1×0 FLUMINENSE
Campeonato Carioca 2023 – Taça Guanabara
Sexta rodada

Data e horário: 02/02/2023, às 21h10 (de Brasília)
Estádio: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
​Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Thayse Marques Fonseca

Cartões amarelos: Macário (VRE), Calegari, André, Nino, Guga (FLU)

Cartão vermelho: André (FLU)

Gol: Lelê, 3/2T (1-0)

VOLTA REDONDA: Jefferson; Wellington Silva (Marcos Vinícius, 36/2T), Alix Vinícius, Daniel Felipe e Ricardo Sena (Marco Gabriel, 24/2T); Bruno Barra, Henrique Silva e Luciano Naninho (Danrley, 24/2T); Luizinho, Lelê (Macário, 24/2T) e Pedrinho. Técnico: Rogério Corrêa

FLUMINENSE: Fábio; Samuel Xavier (Willian Bigode, 39/2T), Nino (Lima, 14/2T), Manoel e Calegari (Jorge, 14/2T); André, Martinelli e Paulo Henrique Ganso (Giovanni Manson, 31/2T); Jhon Arias, Keno (Arthur, 31/2T) e Germáno Cano. Técnico: Eduardo Barros

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Lance!

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE