Skip to main content
Menu

Real Madrid domina, vence Al-Hilal e conquista o Mundial de Clubes pela oitava vez

É campeão! O Real Madrid cumpriu seu favoritismo e venceu o Al-Hilal, da Arábia Saudita, por 5 a 3 na decisão do Mundial de Clubes da Fifa em Rabat, e ficou com o título, o oitavo de sua história. Vini Jr (duas vezes), Valverde (duas vezes) e Benzema marcaram para o time espanhol, enquanto Vietto (duas vezes) e Marega foram às redes para os sauditas.

DÁ-LHE, VINI!
O Real Madrid começou a decisão como se esperava, dominando e pressionando o Al-Hilal. E não demorou para o primeiro gol sair. Aos 13 minutos de partida, Benzema achou um belo passe para Vini Jr na cara do gol e o brasileiro só tocou para as redes na saída do goleiro Al-Mayouf, abrindo o placar em Rabat.

CHANCE NA SEQUÊNCIA
A resposta do Al-Hilal foi praticamente imediata. Aos 15, Vietto recebeu na entrada da área após jogada bem trabalhada e finalizou de fora rasteiro com muito perigo, mas a bola passou a direita do goleiro Lunin, do Real. 

DE PRIMEIRA
Os merengues se mantiveram no campo de ataque e seguiram com a pressão, o que deu resultado. Aos 18 minutos, a defesa do Al-Hilal afastou mal e sobrou para Valverde emendar chute de primeira e contar o desvio para matar Al-Mayouf, mais um para o Real Madrid em menos de 20 minutos, 2 a 0.

SEMPRE ELE!
Mas o Al-Hilal não se deu como morto. Aos 25, Marega partiu em velocidade, recebeu, carregou e saiu na cara de Lunin para diminuir o marcador para o time saudita, 2 a 1 e recolocar o Al-Hilal na partida. 

AGITOU!
​Logo aos oito minutos após o intervalo, Vini Jr tabelou com Camavinga pela canhota e o brasileiro deu um passe preciso de trivela para Benzema completar para o fundo do gol, 3 a 1 para o time madrilenho, que queria mais. 

Aos 12, Valverde deixou mais um. Carvajal tabelou com o uruguaio pela direita em descida rápida e, após receber novamente, o camisa 15 tocou na saída do goleiro e fez o quarto do Real Madrid na partida. 

CHUVA DE GOLS NA ETAPA FINAL
Mesmo perdendo de 4 a 1, o Al-Hilal mostrava sua força quando subia para o ataque. Aos 17, Marega acionou Vietto em velocidade e o argentino, na cara de Lunin, mostrou calma para tocar de cavadinha e anotar o segundo do time árabe. 

Seis minutos depois, Vini Jr tabelou com Ceballos, aproveitou o domínio errado do espanhol dentro da grande área e, de chapa, finalizou no canto de Al-Mayouf e deixou o quinto do Real Madrid na partida. 

E ainda deu tempo para o Al-Hilal anotar o terceiro. Aos 33, o time saudita aproveitou o erro na saída de bola de Camavinga, Cuéllar roubou do francês, tocou para Michael driblar Rudiger e tocar para Vietto, que girou e bateu para fechar o placar da decisão do Mundial de Clubes com o maior número de gols da história, com oito bolas na rede.

FICHA TÉCNICA
​Real Madrid 5 x 3 Al-Hilal

​Local: Estádio Príncipe Moulay Abdellah, Rabat (MAR)
Data e horário: 11/02/2023, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Anthony Taylor (ING)
Assistentes: Gary Beswick (ING) e Adam Nunn (ING)
VAR: Nicolas Gallo (COL)
​Cartões amarelos: nenhum.
Cartões vermelhos: nenhum.
Gols: Vini Jr (13’/1T) (1-0), Valverde (18’/1T) (2-0), Marega (26’/1T) (2-1), Benzema (8’/2T) (3-1), Valverde (12’/2T) (4-1), Vietto (18’/2T) (4-2), Vini Jr (23’/2T) (5-2), Vietto (33’/2T) (5-3)

REAL MADRID: Lunin; Carvajal (Vallejo, aos 34’/2T), Rudiger, Alaba e Camavinga; Modric (Asensio, aos 28’/2T), Tchouaméni (Ceballos, aos 16’/2T) e Kroos (Nacho, aos 28’/2T); Valverde, Benzema (Rodrygo, aos 16’/2T) e Vini Jr. Técnico: Carlo Ancelotti

AL-HILAL: Al-Mayouf; Abdulhamid, Jang, Bulayhi e Khalifah; Cuéllar e Cano; Carrillo (Michael, aos 28’/2T), Vietto (Al-Hamdan, aos 40’/2T) e Al-Dawsari (Nasser Al-Dawsari, aos 28’/2T); Marega (Ighalo, aos 40’/2T). Técnico: Ramón Díaz.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Lance!

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE