Skip to main content
Menu

Prefeito paraibano é investigado pela PF por falsificar histórico escolar para concorrer às eleições

O prefeito Ailton Gomes Medeiros, da cidade de Nova Palmeira, localizada no Curimataú da Paraíba, é investigado por suspeita de ter falsificado o histórico escolar dos ensinos fundamental e médio para poder concorrer às eleições que deram posse a ele como chefe do executivo municipal, de acordo com informações da Polícia Federal.

Nesta quinta-feira (25/01/2024), a polícia cumpriu mandados de busca e apreensão que foram expedidos pela Justiça Eleitoral. A casa do prefeito e também o gabinete da prefeitura de Nova Palmeira foram alvos dos mandados.

Conforme a PF, o prefeito cometeu o crime de falsidade para fins eleitorais, que está previsto no Código Eleitoral. Atualmente, a legislação prevê que para concorrer a cargos políticos é necessário apenas a comprovação de alfabetização, sem necessariamente ter a conclusão do ensino fundamental ou médio.

Ailton Gomes foi reeleito para o segundo mandato como prefeito em Nova Palmeira em 2020. Antes disso, em 2016, foi eleito pela primeira vez para o cargo no executivo municipal. Em outras duas oportunidades, inicialmente em 2004, foi eleito como vereador da cidade, assim como em 2008. Em 2012, conseguiu o cargo de vereador pela terceira vez, no entanto, por cota partidária.

O prefeito Ailton Gomes, informou que vai divulgar uma nota à imprensa.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: G1 PB

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE