Skip to main content
Menu

Polícia Federal é acionada pelo CRM para investigar esquema de falsos médicos na Paraíba

A Polícia Federal (PF) deve iniciar investigações contra um suposto esquema de falsos médicos que estariam atuando na Paraíba. De acordo com investigação preliminar do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) encaminhada ao órgão, profissionais de outras áreas estariam se passando por profissionais da medicina.

O presidente do CRM-PB, Bruno Leandro, informou que os apontados na ação criminal protocolada na PF não tinham registro no conselho e provavelmente apresentavam diplomas adulterados aos pacientes. Os falsos profissionais, sem a qualificação devida, estariam atuando nas especialidades de dermatologia e patologia em clínicas particulares de João Pessoa.

Ainda conforme o CRM-PB, a investigação preliminar se deu após o recebimento de documentos, incluindo imagens, dos apontados como falsos profissionais em atuação. O conselho levantou a possibilidade de exercício irregular ou ilegal da nossa profissão e avançou na apuração.

“Consultamos nosso jurídico, que realmente inferiu que ao se tratar de um crime federal, deveríamos encaminhar para a Polícia Federal para tomarem as atitudes de punição devida. Temos que proteger a sociedade, uma pessoa sem a devida formação pode colocar a vida dos pacientes em risco”, afirmou o presidente Bruno Leandro.

O CRM-PB não deu mais detalhes da investigação preliminar. As informações, portanto, ficam à disposição da PF, que deve confirmar a abertura do inquérito e coloca-lo sob segredo de justiça. Sendo assim, os detalhes da dinâmica do crime só devem ser revelados após a constatação e operação do órgão federal.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Mais PB

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE