Skip to main content
Menu

PF investiga servidor da Caixa suspeito de desviar até R$ 23 milhões

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (25/07/2023), a “Operação Lesa- Caixa”, que visa reprimir desvios de recursos de contas vinculadas da Justiça do Trabalho da 13ª Região.

Foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal da Paraíba nas cidades de João Pessoa, Cabedelo, Pombal, Cajazeiras e São Bentinho.

As investigações foram iniciadas em maio deste ano e tem como alvo principal servidor da Caixa Econômica Federal.

De acordo com a PF, o servidor aproveitava o acesso aos sistemas de movimentação bancária de contas judiciais trabalhistas, movimentou criminosamente valores para contas suas e de pessoas próximas, causando um prejuízo estimado aos cofres da Caixa de quase R$ 9 milhões, podendo ao final da investigação o montante do prejuízo chegar a R$ 23 milhões.

Cumprimento de mandado de busca e apreensão na Operação Lesa-Caixa

O investigado poderá responder pelos crimes de peculato, inserção de dados falsos em sistema informatizado, associação criminosa e lavagem de ativos, condutas encontradas nos artigos 312, 313-A e 288 do Código Penal e art. 1º da Lei nº 9.613, cujas penas somadas chegam a 37 anos de reclusão e multa.

O nome “Operação Lesa-Caixa” está relacionado aos prejuízos financeiros causados à empresa pública federal pelo servidor.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Mais PB

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE