Skip to main content
Menu

Nova Iguaçu vence o Vasco, faz história em Maracanã lotado e encara o Flamengo em final inédita do Carioca

O Nova Iguaçu fez história no Campeonato Carioca e disputará a sua primeira final de estadual. Neste domingo (17/03/2024), em um Maracanã lotado, o Orgulho da Baixada voltou a enfrentar o Vasco, pelo segundo jogo da semifinal, e venceu por 1 a 0, garantindo a vaga inédita na decisão.

Após o empate por 1 a 1 na ida, o clube da Baixada Fluminense tinha a vantagem do empate, podendo avançar à final até mesmo com um empate, mas não foi preciso.

Com a classificação, o Nova Iguaçu será adversário do Flamengo, que passou pelo Fluminense, na grande decisão. Os jogos estão marcados para os dias 31 e março e 7 de abril, respectivamente, já que o Estadual terá uma pausa para a Data Fifa.

Desde 2006, com o Madureira, um time de menor expressão não chegava a uma decisão de Campeonato Carioca.

Como foi o jogo
Após uma atuação bem abaixo do esperado no primeiro jogo, o técnico Ramón Díaz promoveu algumas mudanças no time. A começar pelo esquema tática, que deixou de ser formado por três zagueiros. Ainda entraram no time o lateral-direito Robert Rojas e o meia Praxedes.

E assim que a bola rolou no Mário Filho, os dois times fizeram um primeiro tempo nervoso e com muitas faltas. Ainda assim, o domínio foi do Nova Iguaçu, que criou mais e levou um perigo maior à meta defendida por Léo Jardim.

Apesar das mudanças feitas por Ramón, o Vasco seguiu levando pressão do clube da Baixada Fluminense. E quando tinha a bola, não conseguiu transformar em chances claras de gol.

Somente Dimitri Payet e Pablo Galdames conseguiram finalizar para o gol. E na tentativa do chileno, o goleiro Fabrício fez a defesa.

A Laranja Mecânica da Baixada, por sua vez, seguiu mostrando entrosamento. Nos minutos finais, os comandados de Carlos Vitor, o Cal, ficou com a bola e pressionou a defesa cruzmaltina. O placar, entretanto, seguiu empatado em 0 a 0.

Na volta do intervalo, o Vasco foi quem começou assustando. Payet deixou bola açucarada para Galdames, na entrada da área, mas o camisa 27 pegou mal e mandou para fora.

Depois, o Nova Iguaçu assustou com Xandinho, que teve uma grande chance, cara a cara com Léo Jardim, mas preferiu tocar para o meio da área, sem sucesso.

Aos 18 minutos, árbitro Yuri Elino Ferreira assinalou pênalti a favor do Nova Iguaçu, marcando um toque de mão de Lucas Piton dentro da área. Mas, para sorte dos cruzmaltinos, o VAR chamou e a penalidade anulada.

Foi até que, aos 30 minutos, em um contra-ataque fulminante, Yago foi lançado no ataque, tocou em Carlinhos, que deixou para Bill estufar as redes e marcar o gol da classificação.

Após o gol sofrido, o Vasco cresceu no jogo, mas já era tarde. Com a eliminação, o clube de São Januário repetiu a campanha da edição passada do Estadual.

Próximos jogos do Nova Iguaçu:
Flamengo (C): 31/03, a definir – Campeonato Carioca (final)
Flamengo (F): 07/04, a definir – Campeonato Carioca (final)

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: ESPN

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE