Skip to main content
Menu

Mãe e padrasto são condenados a mais de 14 anos de prisão por morte de criança

A mãe e o padrasto de uma criança de um ano e três meses, torturada e morta em março do ano passado, foram condenados pelo crime de tortura qualificada, pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba, nessa segunda-feira (29/05/2023).

Caroline da Silva Medeiros, mãe da criança, foi condenada a 14 anos e oito meses, enquanto Thayson Ruan Cabral Soares a 16 anos. A pena, que não cabe mais recurso, será cumprida em regime fechado.

À época do crime, a mãe da criança afirmou que a criança tinha caído do berço. Essa era a justificativa para os supostos hematomas que tinham pelo corpo do bebê após ela dar entrada no Hospital de Trauma de João Pessoa com sinais de agressão e morte encefálica.

Após os profissionais do hospital acionarem a polícia, a mãe e o padrasto se tornaram suspeitos e foram presos.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Portal Correio

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE