Skip to main content
Menu

Justiça espanhola condena Daniel Alves a 4 anos e seis meses de prisão por agressão sexual em boate

Foto: Jordi BORRAS / POOL / AFP

O ex-jogador Daniel Alves foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão nesta quinta-feira (22/02/2024). A sentença é do Tribunal Provincial de Barcelona, na Espanha.

A decisão diz respeito ao caso de agressão sexual contra uma mulher em uma boate na cidade, em dezembro de 2022. Alves está preso desde janeiro de 2023 e pode entrar com recurso para pedir outra análise do caso. O jogador de 40 anos é acusado de estuprar uma mulher em um banheiro da boate Sutton.

A advogada de acusação, Ester García, insistia em uma condenação de 12 anos de prisão, além da mesma indenização solicitada pelo Ministério Público, no valor de 150 mil euros.

Nos últimos meses, o brasileiro apresentou várias versões e chegou a chorar durante o depoimento, alegando que o ocorrido foi consensual. No entanto, ele enfrentou testemunhas e até imagens de câmeras de segurança.

A pena deve ser cumprida na Espanha. Caso queira ser transferido para o Brasil, seria necessária uma petição. Daniel Alves pode recorrer da decisão ao Superior Tribunal de Justiça de Catalunha. Ele ainda teria a última apelação ao Tribunal Supremo, em Madrid. 

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: AFP

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE