Skip to main content
Menu

Gaeco e Polícia Civil deflagram operação contra crimes cibernéticos na Paraíba; alvo é estudante de 19 anos

Foi deflagrada na manhã desta terça-feira (08/08/2023) a segunda fase da operação Pessinus realizada pelo (Gaeco) e pela Polícia Civil, sob coordenação do Ministério da Justiça. O objetivo da operação é combater crimes cibernéticos.

Foram cumpridos até o momento mandados de busca em dois bairros na Zona Sul de João Pessoa. O alvo na Paraíba é um jovem de 19 anos, acusado de publicar conteúdos em que afirmava que iria realizar atos terroristas em escolas.

Os mandados foram cumpridos, na Paraíba, em casas de familiares do alvo nos bairros de Valentina e Gramame. Ele não foi preso, já que de acordo com a polícia foi representado o mandado de prisão mas ainda não houve. Ele afirmava que iria adentrar escolas e realizar massacres. “Fazia vídeos com máscaras, com faca e mostrava arma de fogo. Inclusive em um desses vídeos ele citou como iria entrar na escola para matar a maior quantidade de pessoas”, detalhou o delegado João Ricardo, da delegacia de crimes cibernéticos em entrevista à imprensa.

Também foi apreendido um aparelho celular e vários utensílios de roupa, usados no vídeo.

Na primeira fase foram cumpridos cinco mandados em Santa Catarina e no Piauí. Nesta segunda fase, além dos mandados cumpridos na Paraíba, há operação é realizada no estado de São Paulo. De acordo com a Polícia, são todas pessoas interligadas que utilizam a internet e as redes sociais para instigar outras pessoas a cometer diversos crimes. Entre eles estão auto-mutilação, abusos sexuais, invasão a escolas.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Click PB

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE