Skip to main content
Menu

Fifa bane para sempre do futebol jogadores envolvidos em esquema de manipulação de resultados no Brasil

Nesta segunda-feira (11/09/2023), a Fifa informou que três jogadores brasileiros estão, oficialmente, banidos para sempre do futebol: Ygor Catatau (ex-Vasco e Vitória), Matheus Gomes (ex-Sergipe) e Gabriel Tota (ex-Juventude). A Federação ampliou para o mundo todo a suspensão, que antes se restringia à atuação no Brasil. 

A medida é resultado do envolvimento dos atletas com apostas, que consistiam em receber determinados valores para levar um cartão amarelo, por exemplo. A Operação Penalidade Máxima, conduzida pelo Ministério Público de Goiás, descobriu o esquema. 

A Fifa atendeu ao pedido da CBF para que as punições sejam praticadas em todas as federações filiadas à entidade. Por exemplo, o zagueiro Eduardo Bauermann, que já tinha contrato com o Alanyaspor, da Turquia, vai ter de esperar um ano para estrear. 

“Como resultado da cooperação sólida e exemplar com a CBF e em linha com o artigo 70 do Código Disciplinar da Fifa, o presidente do Comitê Disciplinar decidiu estender todas as sanções acima mencionadas para terem efeito mundial. A Fifa continuará os seus esforços contínuos para combater a manipulação de jogos através de uma variedade de iniciativas”, afirmou, em nota.

Confira abaixo os nomes dos banidos para sempre do futebol e de atletas com punição de afastamento:

  • Ygor de Oliveira Ferreira, o Ygor Catatau (banimento vitalício);
  • Gabriel Ferreira Neris, o Gabriel Tota (banimento vitalício);
  • Matheus Phillipe Coutinho, o Matheus Phillipe (suspensão vitalícia);
  • Paulo Sérgio Marques Corrêa (600 dias a partir de 26 de maio de 2023);
  • Jonathan Doin (720 dias a partir de 16 de maio de 2023);
  • Fernando José da Cunha Neto (360 dias a partir de 16 de maio de 2023);
  • Eduardo Gabriel dos Santos Bauermann (360 dias a partir de 16 de maio de 2023);
  • Mateus da Silva Duarte (600 dias a partir de 26 de maio de 2023);
  • André Luiz Guimarães Siqueira Junior (600 dias a partir de 26 de maio de 2023);
  • Onitlasi Junior Moraes (720 dias a partir de 16 de maio de 2023);
  • Kevin Joel Lomónaco (360 dias a partir de 16 de maio de 2023).

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: R7

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE