Skip to main content
Menu

Em mensagem de Natal, papa menciona terceira Guerra Mundial

  Por

O papa Francisco fez um apelo neste domingo (25/12/2022) para “silenciar as armas” na Ucrânia, país afetado por uma “guerra sem sentido”, na opinião do sumo pontífice. As declarações foram feitas durante a célebre mensagem de Natal na Praça de São Pedro, momento em que o religioso voltou a mencionar uma “Terceira Guerra Mundial”.

“Que nosso olhar seja preenchido com os rostos dos nossos irmãos e irmãs ucranianos, que vivem este Natal no escuro, no frio ou longe de suas casas, por causa das destruições provocadas por dez meses de guerra”, declarou o papa argentino diante de 70 mil fiéis reunidos na praça de São Pedro, no Vaticano. Na multidão, muitas pessoas carregavam bandeiras ucranianas.

“Que o Senhor nos prepare para fazer gestos concretos de solidariedade para ajudar aqueles que estão sofrendo e ilumine o espírito daqueles que têm o poder de silenciar as armas e de acabar de maneira imediata com esta guerra sem sentido”, acrescentou o sumo pontífice. “Lamentavelmente preferimos escutar outros argumentos, ditados pelas lógicas do mundo”, ele afirmou, antes de constatar “com tristeza que […] os ventos cruéis da guerra continuam a soprar o frio sobre a humanidade”.

O pontífice também pediu que a comida não seja utilizada como “arma”, em referência aos conflitos que afetam em particular a região do nordeste africano. “Toda guerra provoca fome e usa comida como arma, impedindo sua distribuição a populações que já estão sofrendo. Neste dia, aprendendo com o Príncipe da Paz, nos comprometamos todos – em primeiro lugar aqueles que têm responsabilidades políticas – para que a comida não seja mais que um instrumento de paz”, declarou.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Mais PB

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE