Skip to main content
Menu

CBF emite nota contra uso da camisa da Seleção Brasileira por bolsonaristas

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) emitiu, nesta segunda-feira (09/01/2023), uma nota relacionada aos atos terroristas de bolsonaristas radicais neste último domingo (08/01/2023), em Brasília. A entidade admitiu repúdio às pessoas que utilizam a camisa amarela da Seleção Brasileira para realizar “atos antidemocráticos e de vandalismo”

“A camisa da seleção brasileira é um símbolo da alegria do nosso povo. É para torcer, vibrar e amar o país. A CBF é uma entidade apartidária e democrática. Estimulamos que a camisa seja usada para unir e não para separar os brasileiros”, relatou em nota publicada no Twitter. “A CBF repudia veementemente que a nossa camisa seja usada em atos antidemocráticos e de vandalismo”, concluiu.

Na última década, a utilização da camisa amarela da Seleção Brasileira de Futebol ganhou cada vez mais espaço em protestos que ocorreram no país desde 2013. Mas a partir de 2018, a “Amarelinha” ganhou uma conotação mais associada aos apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Durante a invasão de bolsonaristas radicais em Brasília neste último domingo, grande parte dos vândalos estavam trajados com camisas da Seleção Brasileira. Apesar de qualquer um poder utilizar a camisa, ela está diretamente ligada ao ex-presidente e à ideologia mais conservadora.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Mais PB

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE