Skip to main content
Menu

Arthur Elias é o novo técnico da seleção brasileira feminina

A CBF anunciou Arthur Elias como novo treinador da seleção brasileira feminina. O anúncio foi feito na sede da entidade, no Rio de Janeiro, na tarde desta sexta-feira (01/09/2023).

O contrato de Arthur será válido até o fim da Copa do Mundo de 2027. Ele irá comandar este novo ciclo da seleção, que já terá pela frente no próximo ano os Jogos Olímpicos de Paris.

“Primeiramente agradecer a confiança do presidente Ednaldo. Dizer que é um sonho realizado, tenho 20 anos como treinador de futebol, e 90% destes 20 anos dedicados ao futebol das mulheres no Brasil. Neste tempo todo, entre acertos e erros, derrotas e vitórias, a preocupação sempre foi o meu desenvolvimento pessoal, junto com a minha comissão técnica, e também o apoio a tudo que envolve o futebol feminino aqui no Brasil”, declarou Arthur, em suas primeiras palavras como treinador da canarinha.

“Me sinto realizado pelo convite, tenho certeza que em pouco tempo vamos conseguir mudar a mentalidade que nós temos aqui na seleção, dentro do futebol feminino no Brasil. É uma missão que eu tenho. A seleção brasileira precisa voltar a ser protagonista mundial, e vejo que posso contribuir para esse objetivo”, continuou o profissional.

Ainda em sua fala, Arthur Elias agradeceu a direção do Corinthians, na figura do presidente Duilio Monteiro Alves, e a diretora da modalidade, Cris Gambaré, pelo apoio, e também as atletas e profissionais do clube que trabalharam com ele durante a “árdua caminhada”.

Além do treinador, deixam o Corinthians o preparador físico Marcelo Rossetti, o treinador de goleiras Edson Junior e a nutricionista Tiemi Saito.

Rodrigo Iglesias, auxiliar técnico de Arthur Elias, permanece no clube em primeiro momento, mas deve deixar o clube ao final da temporada.

A nova comissão técnica substitui Pia Sundhage, demitida na última quarta-feira (30). A sueca não resistiu a pressão após uma Copa do Mundo muito abaixo da seleção, que foi eliminada ainda na fase de grupos – pior resultado desde 1995.

O treinador de 42 anos deixa o comando do Corinthians após mais de sete anos de trabalho, em que se consolidou como um dos melhores profissionais da modalidade.

Sob sua batuta, o alvinegro foi tetracampeão brasileiro, tricampeão da Libertadores e tricampeão paulista.

Arthur Elias já havia sido cotado para assumir o cargo em 2019, após a saída de Vadão, mas foi preterido pela treinadora sueca. Quatro anos depois, tem a missão de recolocar a seleção verde amarela na primeira prateleira do futebol feminino mundial, após os tropeços recentes.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: R7

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE