Skip to main content
Menu

Lula autoriza três novos institutos federais para Paraíba

Governador João Azevêdo ao lado de lideranças da Paraíba durante anúncio de novos Institutos Federais para Paraíba em Brasília

O presidente Lula (PT) anunciou, nesta terça-feira (12/03/2024), a criação de 100 novas unidades de Institutos Federais em todo país. Na Paraíba serão construídos três institutos: em Mamanguape, no Litoral Norte, Queimadas, no Agreste, e Sapé, na Zona da Mata.

O anúncio aconteceu durante cerimônia no Palácio do Planalto e contou com a participação do governador João Azevêdo (PSB), do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB) e dos deputados federais Hugo Motta (Republicanos), Raniery Paulino e Gervásio Maia (PSB), além do secretário de Representação Institucional, Wilson Santiago.

Governador João Azevêdo (PSB) durante evento no Palácio do Planalto

Por meio do Novo PAC, serão investidos R$ 3,9 bilhões em obras. Desse total, R$ 2,5 bilhões são para criar novos campi e R$ 1,4 bilhão para consolidar unidades já existentes, com a construção de refeitórios, ginásios, bibliotecas, salas de aula e aquisição de equipamentos.

O Nordeste é a região que receberá o maior número de novos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia nesta fase de expansão. Nos nove estados serão 38 campi. O Sudeste, com 27 novos campi, aparece na sequência, seguido da região Sul, com 13; do Norte, com 12; e do Centro-Oeste, com 10.

Veja as unidades autorizadas para o Nordeste: 

Bahia: Santo Estevão, Ribeira do Pombal, Itabuna, Macaúbas, Poções, Salvador, Ruy Barbosa e Remanso

Pernambuco: Goiana, Santa Cruz do Capibaribe, Recife, Araripina, Águas Belas e Bezerros

Ceará: Fortaleza (2), Cascavel, Mauriti, Campos Sales e Lavras de Mangabeira

Maranhão: Chapadinha, Colinas, Balsas e Amarante do Maranhão

Paraíba: Mamanguape, Sapé e Queimadas

Rio Grande do Norte: Touros, São Miguel e Umarizal

Piauí: Barras, Esperantina e Altos

Alagoas: Girau do Ponciano, Mata Grande e Maceió

Sergipe: Japaratuba e Aracaju

Entre os estados, São Paulo é o que tem mais municípios beneficiados, com 12 cidades atendidas com a construção dos IFs. Minas Gerais e Bahia somam oito municípios. Na sequência, aparecem Pernambuco, Ceará e Rio de Janeiro, com seis, e Paraná, Rio Grande do Sul e Pará, com cinco.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Mais PB

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios estão marcados *

Você precisa estar logado para enviar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE