Um vídeo de uma jovem menor de 13 anos da cidade de Itaporanga vazou no aplicativo de mensagem instantânea WhatsApp.


De acordo com as informações, no material pornográfico, a garota se expõem com outro jovem de 17 anos. 
Durante a gravação, é possível ver com nitidez, o rosto da menor, mas o rosto do jovem não aparece.

Assim que tomou conhecimento do caso, a mãe da menor se dirigiu a Promotoria da Infância e Juventude da cidade para registrar o caso.

O delegado José Pereira, que está à frente do caso, já ouviu a menor, que será submetida a exames sexológicos para comprovar o ato sexual, que poderá ser caracterizado como estrupo pelo fato da jovem ser menor de 13 anos.

O outro jovem de 17 anos será interrogado pelo delegado nos próximos dias, podendo ser incriminado conforme a lei.

A família da jovem está bastante constrangida pelo fato de ver as imagens serem compartilhadas por várias pessoas nas redes sociais.

A Constituição Federal diz que o ato sexual realizado com menores de 14 anos é caracterizado como estrupo sendo forçado ou não, porém o autor do vídeo também é menor de idade.

HW COMUNICAÇÃO com Diamante Online e Portal Vale do Piancó Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here