A primeira cerveja artesanal da Paraíba a obter o registro do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é feita no Sertão do estado. Patos é o lar do empresário Paulo Canuto, que diz que foi atrás do registro tanto pela profissionalização da marca quanto para conseguir o pioneirismo.
Apesar de não garantir nenhuma vantagem especial por ser registrada no Ministério, a cervejaria agora tem um atestado fornecido pelo Governo Federal de quem tem estrutura técnica, predial e de higiene para produzir a bebida.

“É uma tendência no setor”, afirma o analista do setor de registro de bebidas alcoólicas, não-alcoólicas e vinagres do Mapa, Walkyr Henriques. “Com o registro em mãos a empresa evita que seja autuada e impedida de atuar no mercado”, conclui.

Paulo, de 27 anos, é químico industrial e fez mestrado em engenharia química voltada para a produção de cervejas. “Comecei a pensar a empresa ainda durante o mestrado em Campina Grande mas água de lá é muito ‘dura’ [alto teor de bicarbonato de cálcio], o que me fez procurar minha terra natal (Patos) para iniciar a cervejaria”, conta.

A empresa hoje tem outros três sócios, sendo ele e um outro majoritários que administram diretamente a cervejaria, enquanto os minoritários são investidores. Ele diz que o investimento médio para se produzir de forma segura pelo menos 3 mil litros de cerveja por mês é de R$ 350 mil, mas há equipamentos mais baratos para uma produção mais reduzida.

Quanto ao registro no Ministério da Agricultura, ele lembra que durou cinco meses entre o pedido de registro e a liberação. Tanto Walky quanto Paulo contam que o ministério exige diversas adequações da fábrica, afinal, está lidando com um produto para consumo humano.

A segunda semana de janeiro, para Paulo Canuto e a Vàyk Cervejaria – que produz principalmente o tipo Vienna Lager em garrafas de 500 ml -, vai ser marcada pela saída do primeiro lote da cerveja já totalmente regulamentada e com o registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Diário do Sertão
com G1 PB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.