O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) admitiu que o PT poderá não ter o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na disputa pela Presidência e o líder petista poderá apoiar um candidato, ao comentar a mais recente pesquisa do Datafolha, divulgada neste domingo (10/06).

Segundo Lindbergh, “o Datafolha mostra que os votos de Lula continuam sólidos como uma rocha. Depois de dois meses de prisão não houve o tal derretimento das intenções de voto como alguns analistas previram. Não tem jeito. O segundo turno vai ser entre Lula ou um candidato apoiado por ele e Bolsonaro.”

Os nomes mais cogitados para a candidatura do PT em um cenário sem Lula não obtiveram bons resultados no Datafolha. O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad e o ex-governador da Bahia Jaques Wagner chegaram a apenas 1% das intenções de voto.

Emídio de Souza, presidente estadual do PT em São Paulo, ressaltou os números obtidos pelo ex-presidente no levantamento. “A pesquisa mostra que o eleitor não aceita a injustiça cometida contra Lula e vê nele a esperança para tirar o país da crise e o povo da miséria”, disse.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Folhapress