O secretário de saúde de Igaracy, no Sertão da Paraíba, José Carlos Maia (foto abaixo), foi afastado do cargo após ordenar a matança de mais de 40 cães na cidade. Ele chegou a afirmar que todos os animais de rua seriam mortos na cidade.

Ele está sendo investigado pela Polícia Civil e pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária. 

Os primeiros levantamentos da polícia apontam que os animais não foram mortos por medicamentos como afirmou o secretário. 
A suspeita é de que os cães tenham sido mortos a pauladas.

Investigação
O delegado da Polícia Civil de Itaporanga, Glêberson Fernandes, responsável pelo inquérito que investiga a morte de cães na cidade revelou que os animais foram sacrificados com resquícios de crueldade. 
 

“Visitamos o galpão onde os animais foram sacrificados e o que encontramos no local foram resquícios de crueldade; muito sangue e fezes de animais espalhadas pelas paredes. Se o procedimento tivesse sido feito por sedativos, não seria esse o cenário encontrado”, disse o delegado.

O caso tem gerado muitos protestos nas redes sociais e na cidade. 

Nesta quinta-feira (08/03), uma grande caminhada tomou as ruas de Igaracy onde moradores cobraram punição aos autores da matança dos cachorros.

A exoneração de José Carlos Maia do cargo foi anunciada na noite desta quinta-feira (08/03) pela assessoria do prefeito. Ele ficará afastado até a conclusão das investigações pela Polícia Civil e Ministério Público da Paraíba.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: De Olho No Sertão
com Hora do Vale

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.