Na última semana, se criou uma ‘polêmica’, na cidade de Pombal no Sertão da Paraíba, após a entrega de latas de leite vencidas pela Secretaria Municipal de Saúde e o caso foi parar no Ministério Público e na Câmara de Vereadores da cidade.
Embora seja um caso ‘grave’, essa não foi a primeira vez em que produtos vencidos foram entregues a população do município.
Em agosto de 2013, um morador do Bairro dos Pereiros recebeu o medicamento Cloridrato de Clorpromazina com a validade vencida e o caso foi parar no Ministério Público que de imediato, determinou que a Polícia Militar fosse até ao local para averiguar a veracidade do caso. 
Na ocasião, foram apreendidos 10 envelopes do mesmo lote com a data de validade vencida. O medicamento estava sendo distribuído normalmente com a população.

Na época, o fato repercutiu em diversos sites da Paraíba (veja matérias abaixo).



Henio Wanderley – HW COMUNICAÇÃO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.