O sargento da Polícia Militar suspeito de ter matado a tiros outro policial na quarta-feira (14/03), em João Pessoa, vai responder ao processo em liberdade. A decisão foi tomada em audiência de custódia na sexta-feira (16/03).  O crime aconteceu no alojamento Centro de Educação da Polícia Militar da Paraíba, localizado no bairro de Mangabeira.

O corpo da vítima apresentava duas perfurações, porém o diretor do Centro, coronel José Ronildo, disse que “só a perícia e o exame cadavérico irão apontar quantos disparos foram feitos”. Ele defendeu a tese de que o tiro teria sido acidental e disse que o policial suspeito estaria embriagado no momento do crime.

“Os dois policiais estavam participando de um curso de aperfeiçoamento de segurança publica em João Pessoa. Na noite de ontem, o sargento Lira saiu para jantar em um restaurante no centro de educação e terminou ingerindo bebida alcoólica, por volta da meia noite e meia, ao voltar, se dirigiu ao alojamento e foi para a sua cama e terminou por manusear sua pistola. A pistola disparou e atingiu o sargento J. Lucio que estava dormindo na sua cama, vizinho ao sargento Lira”, disse.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Portal Correio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here