Depois da emocionante despedida da Juventus, Gianluigi Buffon está cada vez mais perto de assinar com o Paris Saint-Germain. De acordo com o veículo italiano Corriere dello Sport, o goleiro já tem tudo acordado com a equipe francesa e pode assinar nos próximos dias um contrato de dois anos e receber por volta de oito milhões de euros (aproximadamente R$ 30 milhões) por temporada.

A chegada de Buffon ao clube parisiense pode ser um fator a mais para que Neymar permaneça no clube na próxima temporada. Além dos elogios que Thomas Tuchel, novo técnico do PSG, fez ao craque brasileiro em sua apresentação oficial, a presença do histórico goleiro italiano deixa a equipe ainda mais forte para brigar pelo título da Liga dos Campeões.

O desejo de conquistar o principal torneio de clubes da Europa não é apenas do craque da Seleção Brasileira. Mesmo com uma carreira recheada de títulos, entre eles a da Copa do Mundo de 2006, Buffon jamais venceu a Liga dos Campeões, terminando na segunda colocação em três oportunidades, nas edições 2002/2003, 2014/2015 e 2016/2017.

A saída de Buffon da Juventus representou uma lacuna para os atuais campeões italianos. O goleiro foi um dos maiores símbolos da vasta história do clube, conquistando impressionantes 19 títulos. Além disso, os números do arqueiro são impressionantes: mais de 650 partidas vestindo a camisa da equipe em 17 temporadas.

Depois da emocionante despedida da Juventus, Gianluigi Buffon está cada vez mais perto de assinar com oParis Saint-Germain. De acordo com o veículo italiano Corriere dello Sport, o goleiro já tem tudo acordado com a equipe francesa e pode assinar nos próximos dias um contrato de dois anos e receber por volta de oito milhões de euros (aproximadamente R$ 30 milhões) por temporada.

A chegada de Buffon ao clube parisiense pode ser um fator a mais para que Neymar permaneça no clube na próxima temporada. Além dos elogios que Thomas Tuchel, novo técnico do PSG, fez ao craque brasileiro em sua apresentação oficial, a presença do histórico goleiro italiano deixa a equipe ainda mais forte para brigar pelo título da Liga dos Campeões.

O desejo de conquistar o principal torneio de clubes da Europa não é apenas do craque da Seleção Brasileira. Mesmo com uma carreira recheada de títulos, entre eles a da Copa do Mundo de 2006, Buffon jamais venceu a Liga dos Campeões, terminando na segunda colocação em três oportunidades, nas edições 2002/2003, 2014/2015 e 2016/2017.

A saída de Buffon da Juventus representou uma lacuna para os atuais campeões italianos. O goleiro foi um dos maiores símbolos da vasta história do clube, conquistando impressionantes 19 títulos. Além disso, os números do arqueiro são impressionantes: mais de 650 partidas vestindo a camisa da equipe em 17 temporadas.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Gazeta Esportiva

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.