O Governo da Paraíba publicou no Diário Oficial do dia 3 de abril um decreto de situação de emergência pelo período de 180 dias, em 196 municípios do estado afetados pela seca.

De acordo com o decreto, o objetivo da medida é buscar soluções para minimizar os efeitos caudados nas áreas dos municípios afetados pela estiagem, mesmo assim, caladinhos, os prefeitos da Paraíba embolsam salários de verdadeiros marajás.

O campeão da vergonha é o prefeito de Ingá Manoel Batista (Manoel da Lenha) que recebe R$ 37.333,33 (trinta e sete mil, trezentos e trinta e três reais e trinta e três centavos). É mais do que ganha o presidente do Brasil Michel Temer (R$ 27 mil).

Em segundo vem Chico Mendes do PSB, prefeito de São José de Piranhas, que abocanha mensalmente R$ 24, mil, sendo o segundo prefeito mais bem pago da Paraíba. Chico governa e atualmente está uma cidade sob decreto de “estado de emergência” devido à estiagem na Paraíba.

O escárnio não para: Além ter o segundo maior salário da Paraíba, Chico Mendes é campeão em diárias. Todo pulo em João Pessoa ou Brasília, ele recebe centenas de reais para bancar suas despesas. Somente com diárias Chico abocanhou R$ 30.800,00 (trinta mil e oitocentos reais).

A imoralidade se espalha por quase todos os municípios paraibanos, mesmo existindo exceções como os gestores das cidades de Conceição (Nilson Lacerda), Manaíra (Manoel Bezerra), Pilões (Iremar Flor), São Bento (Dr. Jarques), São Domingo do Cariri (Marinho Ferreira) São Francisco (João Bosco) e São Mamede (Dr. Umberto) que abdicaram do salário de prefeito e nada recebem em seus municípios.

Na região de Pombal, o maior salário é do prefeito pombalense Abmael de Sousa Lacerda “Dr. Verissinho”, que recebe mensalmente R$ 20 mil.

Em segundo lugar com o maior salário na região, vem o prefeito de Vista Serrana Sérgio Garcia com R$ 16 mil, em terceiro aparecem os prefeitos de Cajazeirinhas Assis Rodrigues e de São Bentinho Giovana Olímpio, ambos com salários de R$ 15 mil.

Na quarta colocação aparece a prefeita de São Domingos Odaísa de Cássia, com salário de R$ 14 mil, seguida pelo prefeito de Lagoa Gilberto Leite que recebe R$ 13.500.

Entre os menores salários da região estão o prefeito de Paulista Valmar Arruda que recebe  mensalmente R$ 12 mil, o mesmo que recebe o prefeito de Mato Grosso Raimundo José.

Na região, o menor salário é o do prefeito de Condado Caio Paixão que recebe mensalmente R$ 10 mil.

Se comparados com os vencimentos de gestores de cidades do porte de Pombal e até maiores, pode-se dizer que há uma disparidade.

Para se ter uma ideia da disparidade dos salários dos gestores em Cajazeiras o prefeito José Aldemir recebe mensalmente R$ 20 mil, em Patos o prefeito Dinaldo Wanderley, recebe R$ 17 mil e em Sousa o salário do prefeito Fábio Tyrone é de R$ 16.622,10.

Leomar Maia, prefeito de Catolé do Rocha, recebe mensalmente R$ 12 mil, já o prefeito de São Bento Jaques Lúcio, não recebe salário.

Conheça aqui quanto ganha o prefeito de sua cidade!

HW COMUNICAÇÃO

com Click PB

São José dos Ramos –  EDUARDO GINDRE CAXIAS DE LIMA – r$ 10.000,00