O Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba cumpre, desde as primeiras horas desta terça-feira (21), mandados de busca e apreensão nos prédios da prefeitura e da Secretaria da Administração do município de Monte Horebe no Sertão do Estado.

De acordo com o tenente coronel Uchoa, a intenção é encontrar documentos que se somem às provas de relações ilícitas entre o ex-prefeito e atual gestora da cidade. 

Investigações feitas pelo Ministério Público apontaram que os dois estariam envolvidos em um esquema de desvio de dinheiro público. 
Também são investigadas pessoas ligadas a processos de licitação de ações realizadas pela prefeitura.

Além dos prédios da prefeitura e da Secretaria da Administração de Monte Horebe, são vistoriadas propriedades dos investigados na cidade sertaneja e em João Pessoa.

Ainda conforme decisão judicial, o ex-prefeito e atual gestora de Monte Horebe estão proibidos de se aproximar dos prédios públicos. Uma liminar fixa distância mínima de 100 metros entre os locais e os investigados na operação.

A operação tem apoio de guarnições do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Até o fechamento dessa matéria, as atividades de cumprimento dos mandados de busca e apreensão ainda ocorriam e o Gaeco não pôde apresentar o balanço da ação.


HW COMUNICAÇÃO Com Portal Correio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here