O Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba cumpre, desde as primeiras horas desta terça-feira (21), mandados de busca e apreensão nos prédios da prefeitura e da Secretaria da Administração do município de Monte Horebe no Sertão do Estado.

De acordo com o tenente coronel Uchoa, a intenção é encontrar documentos que se somem às provas de relações ilícitas entre o ex-prefeito e atual gestora da cidade. 

Investigações feitas pelo Ministério Público apontaram que os dois estariam envolvidos em um esquema de desvio de dinheiro público. 
Também são investigadas pessoas ligadas a processos de licitação de ações realizadas pela prefeitura.

Além dos prédios da prefeitura e da Secretaria da Administração de Monte Horebe, são vistoriadas propriedades dos investigados na cidade sertaneja e em João Pessoa.

Ainda conforme decisão judicial, o ex-prefeito e atual gestora de Monte Horebe estão proibidos de se aproximar dos prédios públicos. Uma liminar fixa distância mínima de 100 metros entre os locais e os investigados na operação.

A operação tem apoio de guarnições do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Até o fechamento dessa matéria, as atividades de cumprimento dos mandados de busca e apreensão ainda ocorriam e o Gaeco não pôde apresentar o balanço da ação.


HW COMUNICAÇÃO Com Portal Correio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.