A Polícia Civil de Pombal prendeu nesta sexta-feira (05/10) um homem acusado de tentar matar um amigo, após a vítima, supostamente, ter chamado a mãe do agressor de “rapariga”.

O caso foi na noite de quinta-feira (04/10) , no bairro Pereiros, próximo ao Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (antigo PETI), quando Sebastião Antônio da Silva de 34 anos e João Kelson de Sousa de 32 anos, bebiam.

Em determinado momento Sebastião e João entraram em atrito por causa do palavrão dito por João.

Nessa ocasião Sebastião teria empurrado João que veio a cair sobre um paralelepípedo e se machucado.

No entanto, essa versão dada por Sebastião é diferente da contada por João.

João Kelson relatou à polícia que após a bebedeira foi para casa, mas acabou dormindo na calçada, quando foi atacado pelo agressor com várias pedradas desferidas na cabeça.

Ele também disse que a agressão foi praticada como vingança, por causa de uma briga que os dois haviam tido dias antes.

Mesmo ferido, João Kelson só procurou atendimento médico na manhã da sexta-feira (05/10), na UPA de Pombal, mas não havia médico de plantão e ele precisou ser levado para o Hospital Regional.

Após prestar depoimento, Sebastião foi autuado pelo delegado Clenaldo Medeiros por tentativa de homicídio e encaminhado à Cadeia Pública local.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Polícia Civil