Um popular procurou o setor jornalístico do HW COMUNICAÇÃO nesta sexta-feira (07/08/2015), onde fez uma reclamação relacionada ao uso das calçadas da Praça do Centenário e por parte de proprietários de estabelecimento comerciais que utilizam as calçadas de seus comércios interrompendo a passagem de pedestres.

Segundo a denuncia, ele disse ainda que sua avó por pouco não acabou sendo atropelada quando foi ‘obrigada’ a descer da calçada por conta de produtos que impediam a passagem. 


Conforme o cidadão que pediu para que sua identidade não fosse revelada, ele relatou que um cadeirante foi obrigado a descer da calçada tendo que ir para o meio da rua devido a calçada de um estabelecimento estar interditada.

“É absurdo, o cadeirante correu o risco de ser atropelado, por conta que as calçadas no centro de Pombal, parecem ser particulares e não públicas”, disse o homem indignado com a falta de fiscalização.

Ele relatou ainda que empresas de vários seguimentos e comerciantes ‘informais’ utilizam a calçada da Praça do Centenário, para expor seus produtos e serviços, o que de acordo com o Código de Urbanismo de Pombal é proibido estabelecer comércio ou por qualquer motivo interromper a passagem de pedestres nas calçadas.

Embora seja proibido, o setor Publico Municipal, não fiscaliza, nem faz cumprir o que determina o Código de Urbanismo do Município.

Além da Praça do Centenário, foi constatado que nas Ruas Cel. Francisco de Assis, Argemiro de Sousa e Tenente Aurélio Cavalcante, muitos comerciantes acabam desrespeitando as leis e obstruem as calçadas impedindo a passagem de pessoas e consequentemente pondo em risco a vida dos mesmos.

Conforme relatou o popular, caso medidas não sejam adotadas pelo Poder Público Municipal, o caso será denunciado ao Ministério Público, para que medidas sejam adotadas.

Ainda conforme relato, o fato teria sido denunciando há poucos dias na imprensa local.


Henio Wanderley – HW COMUNICAÇÃO
FOTOS: Ilustração

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.