Foi presa em Arara, na manhã desta quinta-feira (16), a filha que confessou ter arquitetado e participado da morte do pai. 
O crime aconteceu na tarde da quarta-feira (15) no sítio Cinco Lagoas, em Casserengue, no Curimataú paraibano.

Segundo o delegado Walber Virgulino, Rosângela Santos Aguiar, de 23 anos, foi localizada pela polícia na cidade de Arara junto com mais três pessoas, sendo uma mulher e dois homens, todos suspeitos de serem cúmplices no crime. 

A filha da vítima é suspeita de ser a mandante do crime bárbaro que o município de Casserengue (RELEMBRE).

A polícia, Rosângela disse que articulou e participou da morte do pai porque era estuprada e sua mãe espancada por ele. 

“A autora do crime ainda revelou que lambeu o sangue do pai que estava na faca”, disse Walber Virgulino.
 
Dois revólveres, duas facas, 112 pedras de crack e algumas porções de maconha foram apreendidos na residência que ela foi encontrada.

O quarteto está preso na delegacia de Arara e devem ser encaminhados para Solânea ainda nesta quinta-feira.


HW COMUNICAÇÃO Com TV Web Cidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here