A Polícia Civil de São Paulo anunciou hoje (8) que identificou um dos suspeitos de ter postado comentários ofensivos contra a apresentadora da Rede Globo Maria Júlia Coutinho. 
As mensagens racistas foram enviadas após a emissora publicar no Facebook uma foto de Maria Júlia, responsável por apresentar a previsão do tempo no Jornal Nacional.
Após buscas nas redes sociais, os agentes da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância chegaram a um adolescente de 15 anos que mora em Carapicuíba, na Grande São Paulo. O jovem foi ouvido na segunda-feira (6). 
Foram solicitados ao Facebook dados cadastrais e números de identificação dos computadores de usuários suspeitos de enviar as mensagens.

A polícia continua as investigações para identificar outros envolvidos. O adolescente responderá por ato infracional e está sujeito a ter de passar por medidas socioeducativas.

Os ministérios públicos (MP) do Rio de Janeiro e de São Paulo também acompanham o caso. O MP de São Paulo instaurou procedimento investigatório criminal para apurar prática de racismo e injúria qualificada contra a apresentadora.

No Rio de Janeiro, o MP informou que a Coordenadoria de Direitos Humanos solicitou à Promotoria de Investigação Penal o acompanhamento do caso na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática. 

HW COMUNICAÇÃO com Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.