Inspirado por uma das maiores vitórias de sua carreira, contra o holandês Alistair Overeem,  o paraibano e  peso-pesado brasileiro, Antônio Pezão,  demoliu o australiano Soa Palelei após sair em desvantagem na luta, conseguindo o nocaute técnico aos 41s do segundo round. 
A vitória no UFC 190, no Rio de Janeiro, foi a primeira de Pezão no UFC desde 2013, virou uma luta praticamente perdida contra Overeem. 
Na carreira, foi o triunfo de número 19 do brasileiro em 27 lutas. Já Palelei sofreu a quinta derrota em iguais 27 combates na carreira.

– Primeiramente quero agradecer a todos pelo apoio. Dedico essa vitória ao povo brasileiro, que é guerreiro e batalhador. Podem me esperar que eu estou vindo com tudo.

Dez minutos atrás eu estava assistindo à minha luta contra o Overeem, na qual eu fiz basicamente isso. Vim para a luta e repeti o que fiz lá – disse Pezão após a luta.

A luta começou com Pezão dominando o centro do octógono buscando encurralar Palelei na grade, mas o australiano bloqueou um chute do brasileiro e inverteu a posição, colocando as costas de Pezão na grade. 

Os dois lutadores mediam a distância e aplicavam golpes no vazio. Pezão mais uma vez buscou pressionar o rival na grade, cinturando e aplicando joelhadas na perna. O australiano aproveitou uma distração do brasileiro e o derrubou, ficando por cima no chão. 
Com um bom “ground and pound”, Palelei castigava Pezão, que se defendia como podia, esperando o intervalo.

Pezão voltou para o segundo round disposto a terminar a luta. Com determinação, o gigante brasileiro encurralou Soa Palelei na grade e aplicou uma sequência de joelhadas e socos que, aos poucos, demoliu o australiano, forçando o árbitro John McCarthy a interromper a luta, dando a vitória por nocaute técnico a Pezão.
HW COMUNICAÇÃO

FONTE: Combate

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.