Informações veiculadas na Folha de São Paulo e no portal Diário do Poder, neste domingo (14), apontam o deputado federal paraibano, Hugo Mota, do PMDB (FOTO), como uma espécie de “traidor”.

Intitulada com um “Até tu Brutus” a nota veiculada no Diário do Poder diz que petistas desconfiam que presidente da CPI da Petrobrás, Hugo Mota, está aliado dos tucanos, com o objetivo de desgastar o Partido dos Trabalhadores.

Segundo a Folha, o ex-presidente Lula (PT) chegou a ligar para o vice-presidente Michel Temer (PMDB) para se queixar da convocação de Paulo Okamoto pela CPI presidida pelo paraibano.

Temer disse ao petista que também foi surpreendido com a convocação e garantiu ao ex-presidente que não havia operação apoiada pelo PMDB contra o PT.

Ele ainda ficou de conversar com Hugo Motta e com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), sobre o episódio para dar uma posição a Lula.

ENTENDA

A negociação entre PT e PSDB para aprovar proposta alternativa à redução da maioridade penal foi interrompida. 

Os petistas estão enfurecidos com o tucano Antônio Imbassahy (BA), que concluiu a aprovação de 140 requerimentos na CPI da Petrobras, entre eles a convocação do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, e a quebra do sigilo fiscal, telefônico e bancário do ex-ministro José Dirceu.

A pauta avançava. O ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) até se reuniu nesta semana com os tucanos Geraldo Alckmin e José Serra.

HW COMUNICAÇÃO com Mais Patos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.