Nesta quinta-feira (23/11), as Subseções da OAB das cidades de Cajazeiras, Sousa e Pombal, realizaram uma mobilização contra a falta de juízes nas comarcas do Sertão, cobrando do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba a nomeação urgente de juízes para atuarem no interior.


O evento teve início às 08 horas em frente ao Fórum de Cajazeiras, com a presença dos advogados de Cajazeiras, bem como de comitivas enviadas pelas Subseções de Pombal e Sousa. Logo depois às 10 horas a mobilização aconteceu no Fórum de Sousa e às 12 horas no Fórum de Pombal.

Conforme os advogados, a falta de juízes titulares nas Comarcas sertanejas vem causando prejuízos aos jurisdicionados e aos advogados.

A mobilização contou com a presença dos Presidentes das Subseções de Pombal (Pres. Jaques R. Wanderley), Sousa (Pres. Lincon Abrantes)e Cajazeiras (Pres. João de Deus Quirino Filho), bem como de membros de diretoria de subseções, conselheiros estaduais, advogados, procuradores do município, de Câmaras, representantes de entidades (prefeitura e câmara municipal) e membros da sociedade civil (como Lions Clube, Maçonaria, UFCG, comércio, dentre outros).

O objetivo da mobilização é de mostrar ao Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), a necessidade de se reformular a LOJE para melhor distribuir os juízes na Paraíba.

Conforme o presidente da Subseção da OAB de Pombal, Jaques Wanderley (foto abaixo), uma “carta manifesto” será encaminhada ao Tribunal de Justiça do Estado, bem como, a Assembleia Legislativa e ao Governo do Estado, solicitando providências.

Jaques Wanderley, disse ainda, que a Paraíba possui cerca de 230 magistrados e que a grande maioria está atuando nas Comarcas de Campina Grande e João Pessoa, sendo necessário redistribuir esses juízes para melhor atender a necessidade da justiça no Sertão.

Abaixo confira entrevista com o presidente da Subseção de Pombal, Jaques Wanderley.
Henio Wanderley – HW COMUNICAÇÃO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.