O
jovem acusado de ter esfaqueado a namorada, na manhã da última
terça-feira, (19), na cidade de Patos prestou depoimento na Delegacia de
Polícia e confessou o crime.
Alex
Santos, 23 anos (FOTO AO LADO DA VÍTIMA), disse que a motivação do crime teria sido causada pela própria
vítima.
Segundo
o acusado, “Tudo que aconteceu foi provocado por ela. Há mais de um ano ela
estava infernizando minha vida, me fazendo raiva, querendo me afastar da minha
família e até fazendo inferno no meu emprego”, disse Alex.
Em
entrevista a imprensa, o acusado ainda falou que o fato não foi premeditado e
foi um momento de loucura.
“Eu
não planejei nada e nunca tive intenção de matá-la. Mas tive um momento de
loucura e eu não sei o que aconteceu direito”, falou o acusado.
A
vítima, Juliana Mirtes, 39 anos, também se pronunciou sobre o ocorrido e em
entrevista concedida em uma das enfermarias do Hospital Regional de Patos,
disse que depois de ter desferido a facada, o namorado ainda tentou sufocá-la
com um lençol.
Alex
negou esse fato e disse que teria tentado estancar o sangue e não sufocar a
vítima.
O
acusado também falou que quando viu a companheira desmaiar, achou que a mesma
tivesse morrido.
“Pensei
que ela tivesse morrido e fui embora. Fui pra casa do meu pai e eu mesmo
acionei a polícia”, disse Alex.
O
delegado Edson Pedrosa, responsável pelo caso, revelou que o acusado ainda
teria negado o crime a princípio, porém, confessou após ter visto as
entrevistas da namorada narrando toda a situação. 
Ainda
segundo o delegado, Alex levou duas testemunhas, para afirmarem que o mesmo
estaria dormindo no momento do ocorrido.
Alex
foi preso em flagrante e será autuado por tentativa de homicídio, ele foi
encaminhado para o Presídio Regional de Patos, onde ficará a disposição da justiça. 
Juliana
passou por procedimento cirúrgico e segue internada no Hospital Regional de
Patos. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here