O
jovem acusado de ter esfaqueado a namorada, na manhã da última
terça-feira, (19), na cidade de Patos prestou depoimento na Delegacia de
Polícia e confessou o crime.
Alex
Santos, 23 anos (FOTO AO LADO DA VÍTIMA), disse que a motivação do crime teria sido causada pela própria
vítima.
Segundo
o acusado, “Tudo que aconteceu foi provocado por ela. Há mais de um ano ela
estava infernizando minha vida, me fazendo raiva, querendo me afastar da minha
família e até fazendo inferno no meu emprego”, disse Alex.
Em
entrevista a imprensa, o acusado ainda falou que o fato não foi premeditado e
foi um momento de loucura.
“Eu
não planejei nada e nunca tive intenção de matá-la. Mas tive um momento de
loucura e eu não sei o que aconteceu direito”, falou o acusado.
A
vítima, Juliana Mirtes, 39 anos, também se pronunciou sobre o ocorrido e em
entrevista concedida em uma das enfermarias do Hospital Regional de Patos,
disse que depois de ter desferido a facada, o namorado ainda tentou sufocá-la
com um lençol.
Alex
negou esse fato e disse que teria tentado estancar o sangue e não sufocar a
vítima.
O
acusado também falou que quando viu a companheira desmaiar, achou que a mesma
tivesse morrido.
“Pensei
que ela tivesse morrido e fui embora. Fui pra casa do meu pai e eu mesmo
acionei a polícia”, disse Alex.
O
delegado Edson Pedrosa, responsável pelo caso, revelou que o acusado ainda
teria negado o crime a princípio, porém, confessou após ter visto as
entrevistas da namorada narrando toda a situação. 
Ainda
segundo o delegado, Alex levou duas testemunhas, para afirmarem que o mesmo
estaria dormindo no momento do ocorrido.
Alex
foi preso em flagrante e será autuado por tentativa de homicídio, ele foi
encaminhado para o Presídio Regional de Patos, onde ficará a disposição da justiça. 
Juliana
passou por procedimento cirúrgico e segue internada no Hospital Regional de
Patos. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.