A seleção brasileira se reencontrou com a vitória jogando no País ao bater os reservas do México por 2 a 0, neste domingo (7), no primeiro teste de Dunga antes da Copa América. 
No estádio do Palmeiras, com casa cheia e sem vaias, o time fez a primeira partida em solo nacional depois do vexame no Mundial do ano passado.

Ainda sem Neymar, a principal estrela, a seleção começou o jogo procurando uma referência e sofrendo com a falta entrosamento. 

Aos poucos, o time foi se encontrando e a ausência de inspiração deu lugar a triangulações e jogadas de perigo.

Com mais volume, o Brasil conseguiu furar o fraco mistão mexicano aos 27 minutos, quando Phillippe Coutinho girou bem para cima da marcação e finalizou na saída do goleiro Corona. Pouco depois, aos 36, Elias ganhou dividida dentro da área e só rolou para Diego Tardelli ampliar.

Se no primeiro tempo o Brasil demorou, mas desencantou, o mesmo não aconteceu após a volta do intervalo. Para a segunda etapa, Dunga trocou Danilo por Fabinho e, nos primeiros minutos, Tardelli por Roberto Firmino. 

Mesmo com as alterações, o time quase não criou, e o jogo ficou feio para o torcedor no Allianz Parque.

Aos 25 minutos, o treinador brasileiro colocou Everton Ribeiro no lugar de Phillippe Coutinho. 

Mais adiante, Douglas Costa entrou na vaga de Willian, bastante aplaudido, e ainda teve tempo para Felipe Anderson também pisar em campo. Mais alterações sem efeito. 
No fim, muita briga no meio de campo, pouca técnica dos dois lados e a manutenção do placar: Brasil 2 a 0.

O time brasileiro volta a campo na próxima quarta-feira (10), em Porto Alegre, para mais um amistoso. O jogo é contra a seleção de Honduras, no Beira-Rio, e será o último antes da estreia na Copa América.

HW COMUNICAÇÃO com PB Agora e R7

Foto: SporTV

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here