Passados mais de 50 dias em que uma idosa caiu em um ‘buraco’ das obras do esgotamento sanitário de Pombal (RELEMBRE), a falta de sinalização nos ‘buracos’ que ficam a céu aberto nas ruas da cidade sem que exista faixa ou indicação sinalizando que naquele local existe risco de acidentes.

A reportagem do HW COMUNICAÇÃO verificou que passados mais de 50 dias do incidente na Rua João Capuxú quando uma idosa caiu em um buraco na calçada de um mercadinho, onde não havia nenhuma sinalização, o fato continua se repetindo em outras ruas da cidade.

Embora seja uma obrigatoriedade da empresa responsável pelas obras do esgotamento sanitário de sinalizar o local, principalmente onde a risco de acidentes, a sinalização não existe e os buracos feitos nas calçadas ficam sem nenhuma proteção, pondo em risco pessoas que diariamente trafegam pelo local, principalmente crianças e idosos.

Em contato com moradores e comerciantes locais, eles informaram que nenhuma sinalização está sendo colocada durante a realização do trabalho e eles temem que pessoas possam se machucar.

Embora esteja previsto em lei que diz, “Desde a abertura das valas ou buracos em vias públicas até o fechamento dos mesmos, a empresa fica obrigada a manter no local toda a sinalização necessária a evitar acidentes”.  
Quando aconteceu o acidente com a idosa no dia 11 de junho, rapidamente funcionários da empresa correram e sinalizaram o local.

Henio Wanderley – HW COMUNICAÇÃO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.