O médico cubano Osmany Rodrigues Riveiro, de 45 anos, foi encontrado morto no começo da tarde deste domingo, 28, em um quarto da casa onde morava, localizada na Rua Largo da Concórdia, centro de Boa Ventura.

O médico, que foi dormir por volta das 22h desse sábado, residia com uma colega cubana, a médica Yordane. 
Ela desconfiou da demora do médico em acordar e, por volta de 1h da tarde, resolveu abrir a porta do quarto, que estava trancada, mas com a ajuda de uma vizinha, conseguiu abri-la. O corpo do médico estava sobre a cama já sem vida.

Policiais militares foram acionados, isolaram o quarto e comunicaram o fato à Polícia Civil. O delegado plantonista decidiu encaminhar o corpo para exame cadavérico em Patos para saber a real causa da morte, mas tudo indica que Osmany sofreu um infarto enquanto dormia. Conforme a colega da vítima, o corpo está roxo, mas não apresenta sinais de violência.

O médico atuava em um posto do Programa Saúde da Família em Boa Ventura havia cerca de dois anos. 
A notícia da morte do médico deixou comovida a população local, onde o profissional era muito querido e requisitado, e mobilizou os vários médicos cubanos que atuam no Vale, muitos dos quais já estão na cidade para acompanhar a saída do corpo, que deverá ser transladado para Cuba. 

A informação inicial é que ele era casado e tinha filhos.

HW COMUNICAÇÃO com Folha do Vale

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.