Morreu nesta quinta-feira (22/03), o músico pombalense Geraldo Bernardino, aos 68 anos. 

Geraldo Iniciou sua carreira musical com a banda “Os Morenos do Forró”, passando ainda pelos grupos musicais “GB Som”, “Revelação”, “Nova Era”, “Banda Tropical”, “Geraldo Bernadino  e os Morenos do Forró”, “Banda Alegria”, e “Os Maringás do Forró”.
O  músico enfrentava problemas de saúde tendo que fazer frequentemente hemodiálise.
O professor e teatrólogo pombalense José Ronaldo, fez um poema homenageando o sanfoneiro pombalense (veja abaixo).
GERALDO BERNARDINO
Por. Zé Ronaldo

Cala-se a sanfona
Triângulo já se aquietou
Chora triste a zabumba
De luto a música ficou
Uma solidão profunda
Nosso Geraldo deixou.

O Geraldo Bernadino
Que animou o nosso sertão
Fez dançar até menino
Com arrasta pé no salão
Cumpriu hoje o seu destino
Foi se encontrar com São João.

O São João que ele animava
Com tamanha maestria
Quando a sanfona puxava
Eram acordes de alegria
E ao longe se escutava
O ressoar da melodia.

Gravou com Os Morenos do Forró
Um CD de pé de serra
Nego Novo era o cantor
Conhecido em nossa terra
Deste disco participou
Com José que outra fera.

Gravou uma composição
Que é da minha autoria
” COMO DÓI MEU CORAÇÃO “
Uma belíssima melodia
Teve por mim gratidão
E uma amizade sadia.

Descanse em paz sanfoneiro
Que a nossa Pombal lembrará
Nas fogueiras dos terreiros
Teu toque sempre irá ecoar
Nosso bairro dos pereiros
Agora de luto está.

HW COMUNICAÇÃO
Foto: Jota Alison
5

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here