O jovem José Carlos da Silva (Chuquinha-FOTO), baleado no último dia 08, (RELEMBRE), veio a óbito na manhã desta quarta-feira (17) em um hospital de Campina Grande.

Chuquinha havia sofrido três disparos de arma de fogo e corria o risco de ficar paraplégico, devido a um dos disparos ter atingido sua coluna vertebral.

Passados dez dias seu quadro de saúde se agravou e o mesmo veio a óbito. 


Seu sepultamento aconteceu nesta quarta-feira na cidade de Patos.
A polícia acredita que a morte do jovem esteja relacionada ao tráfico de drogas e a outros crimes.

A autoria dos disparos ainda é desconhecida. Esse foi o quarto homicídio registrado na cidade de Pombal neste ano de 2015, um a menos que em 2014 quando foram registrados cinco assassinatos na cidade.

Nesta quinta-feira (18), faziam 68 dias, que nenhum homicídio era registrado em Pombal.

Levantamento exclusivo do HW COMUNICAÇÃO, mostra que nos últimos três anos 23 homicídios foram registrados no município de Pombal.


O ano de 2013, foi um dos mais violentos no município que registrou 14 assassinatos naquele ano.

Já em 2014, a redução chegou a 77,7%, com cinco crimes de morte registrados no município.

Neste ano de 2015, Pombal registrou quatro homicídios, o primeiro foi registrado no dia 28 de janeiro, quando José Wilker Luiz, foi assassinado a tiros no bairro dos Pereiros.

O segundo homicídio foi registrado no dia 04 de abril quando Francisco da Silva Araújo foi morto a tiros, no bairro Janduy Carneiro, uma semana após no dia 11 de abril, Danilo de Sousa Ugulino, foi morto com um golpe de faca no pescoço no bairro Francisco Paulino.

Conforme dados exclusivos, 2013 foi um dos anos mais violentos na cidade de Pombal. Nos seis primeiros meses daquele ano foram registrados oito crimes de morte.

Em 2014, durante os seis primeiros meses foram registrados dois homicídios e em 2015, faltando doze dias para o termino do mês de junho, quatro mortes já foram registradas na cidade de Pombal.

O maior intervalo sem registros de homicídios no município foi em 2014 quando o município ficou 156 dias sem registrar nenhum crime de morte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here