Um crime que abalou a região de Jericó e Lagoa, no Sertão da Paraíba, teve o seu desfecho trágico e final, na noite desta terça-feira (07/02), no Hospital de Trauma de Campina Grande, onde Juliana Carla Sousa, 32 anos, lutava pela vida, depois de ser baleada na manhã do último sábado (03/02), na residência dos pais, no sítio Sabiá, zona rural de Lagoa (PB).

Juliana foi socorrida em estado grave para o Hospital Regional de Pombal, e de lá transferida as pressas para o Hospital de Trauma de Campina Grande, onde lutou pela vida até a noite de ontem, quando veio a falecer.

Juliana Carla deixa quatro filhos, e o seu corpo será sepultado na manhã desta quinta-feira (08/02), no Cemitério Público de Jericó (PB).

O acusado de ter atirado em Juliana é o ex-companheiro dela, identificado por Raimundo, que após o crime se evadiu do local, mas foi localizado e preso pelo GTE da Polícia Civil de Catolé do Rocha (PB), na última segunda-feira (05/02).

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Catolé News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.