Um paraibano, natural de Taperoá, no Cariri, mas que reside na região do Sudeste está com malas prontas para retornar a sua terra natal para entrar com uma ação na Justiça contra um dos bancos mais antigos do Brasil.

O motivo da abertura do processo que o rapaz, que não teve o nome revelado, pretende mover se deve ao fato de que essa unidade bancária teria insinuado que ele era suspeito de transação ilícita, depois que a quantia de R$ 153 milhões apareceu na sua conta.

Após perceber o depósito milionário na conta do rapaz, o banco estranhou e teria alertado à Polícia Federal sobre o episódio, que ao investigar o taperoaense teria constatado que ele não tem culpa sobre o que pode já ser encarado com mal entendido.

Agora, a suspeita da PF é de que esse montante tenha partido de algum envolvido no esquema que investiga a corrupção na Petrobras e que ganhou o nome de operação Lava Jato.

HW COMUNICAÇÃO Com Mais PB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.