O Governo Estadual promete erradicar o analfabetismo na Paraíba em dez anos. 
A meta faz parte do novo Plano Estadual de Educação (PEE), sancionado pelo governador Ricardo Coutinho e publicado no suplemento do Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (25).

Atualmente, o Estado tem 654 mil analfabetos. 

Os dados, que correspondem à população com mais de 5 anos, são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2013, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O novo PEE está alinhado ao Plano Nacional, ancorando-se nele em dez das 28 diretrizes. Entre elas, estão ainda a universalização do atendimento escolar, a superação das desigualdades educacionais e a melhoria da qualidade da educação.

A construção do PEE (Lei nº 10.488, de 23 de junho de 2015) ocorreu sob a coordenação do Conselho Estadual de Educação (CEE), com 90 representantes de vários órgãos, segmentos e da sociedade civil envolvidas nas comissões temáticas para elaboração do documento.

Depois de ser elaborado, o PEE foi aberto à consulta pública e, para adequar as metas à realidade nacional, mudanças foram feitas. Temáticas como Direitos Humanos, educação étnico-racial, educação do campo, de indígenas, quilombolas e ciganos foram abrangidas.

A Paraíba está entre as seis unidades federativas que sancionaram a lei dentro do prazo estipulado pelo Ministério da Educação (MEC). 

O Plano Nacional de Educação (Lei Federal nº 13.005) determinou que todos os Estados e municípios do país deveriam estar com seus respectivos planos municipais aprovados até 24 de junho deste ano. Caso contrário, poderiam sofrer cortes em repasses de verbas federais.

Municípios
Com o objetivo de assessorar os governos municipais, foi constituída a Rede de Apoio à Elaboração dos Planos Municipais, por meio de uma parceria do MEC com a Secretaria Estadual e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undim).

Ao todo, 155 municípios paraibanos tiveram suas leis do Plano Municipal de Educação (PME) sancionadas pelos prefeitos e outros 36 conseguiram aprovar o documento nas câmaras municipais. Mais 32 cidades estão com projetos de lei tramitando na casa legislativa, aguardando votação.

Em Campina Grande
O Plano Municipal de Educação (PME) de Campina Grande foi sancionado na última segunda-feira (22) pelo então prefeito em exercício, Ronaldo Cunha Lima Filho. A Lei Municipal nº 6.050, que institui o PME, entra em vigor a partir desta sexta-feira (26) com a publicação no Semanário Oficial do Município.

HW COMUNICAÇÃO com Jornal da Paraíba

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.