Até agora a fusão do PTB com o Democratas foi abortada, uma das causas foi a falta de acordo entre o comando nacional das legendas sobre a postura nacional do novo partido, se oposição ou situação. 
Outro ponto que encontrou resistência para união das legendas foi a falta de acordo em diretórios estaduais sobre as presidências regionais das legendas.

Um dos estados onde não houve acordo para o comando do partido foi na Paraíba. Aqui, os ex-senadores e presidentes estaduais dos partidos não abriam mão do posto. 

Tanto Efraim Moraes (DEM) como Wilson Santiago (PTB) pretendiam continuar no comando estadual da legenda.

Apesar das reuniões entre Moraes e Santiago com os seus filhos, os deputados federais Efraim Filho (DEM) e Wilson Filho (PTB), não houve consenso, realidade que o comando nacional dos dois partidos encontraram em outras unidades da Federação.

“Não chegamos a um denominador comum”, disse Efraim Moraes, afirmou que não acredita mais na fusão.

HW COMUNICAÇÃO com Mais PB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.