O homem preso na última segunda-feira (27), em João Pessoa, é suspeito de clonar cartões de crédito de clientes em um hospital particular da Capital. 

Outra pessoa foi presa junto com ele pelo crime de estelionato e um terceiro suspeito ainda é procurado pela polícia. 

O caso foi apresentado pelas autoridades nesta terça-feira (28). Cartões, maquinetas, documentos falsificados e computadores.

Por meio da operação ‘Trojan’, a polícia identificou que o suspeito de clonar cartões trabalhava em um hospital particular de João Pessoa e teria cometido o crime no estabelecimento, enquanto as pessoas pagavam pelas consultas.

“Após algumas denúncias, começamos as investigações e chegamos a identificar o funcionário do Hospital, Jorge Oliveira de Sousa, de 39 anos, e de um comparsa dele, Leandro Ferreira Brito, de 33 anos. Os dois confessaram a participação no crime e ainda relatam o envolvimento de uma terceira pessoa que estaria no estado de São Paulo. Nós vamos continuar com as investigações para identificar quem é essa pessoa”, disse o delegado Ragner Magalhães.

A dupla foi encaminhada para o Presídio do Roger. Os dois vão responder pelos crimes de estelionato e associação criminosa.
HW COMUNICAÇÃO
FONTE: Portal Correio 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here