O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou neste sábado (25), por meio de sua conta no Facebook, que o momento não é de aproximação com o governo, mas sim com o povo. Segundo o tucano, conversa não pública com o governo pareceria “conchavo”.
Nesta sexta-feira (24), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, defendeu que a presidente Dilma Rousseff se reúna com Lula e FHC. 
A declaração ocorreu um dia após o jornal “Folha de S.Paulo” publicar reportagem informando que o petista autorizou interlocutores a procurarem assessores de Fernando Henrique para que pudesse ocorrer uma conversa entre os dois.
“O momento não é para a busca de aproximações com o governo, mas sim com o povo. Qualquer conversa não pública com o governo pareceria conchavo na tentativa de salvar o que não deve ser salvo”, publicou Fernando Henrique.
Na sexta, o ministro Edinho Silva, integrante da coordenação política do governo, disse que ouvir ex-presidentes “é bom para o país”. 
“Sou plenamente favorável e acho que isso deveria acontecer mais no Brasil: ex-presidentes conversando. Nos Estados Unidos, é a coisa mais normal do mundo ex-presidentes se reunirem, inclusive, a convite do presidente em exercício”, disse.
Conforme o Blog do Camarotti publicou na quinta-feira, o vazamento da informação sobre o possível encontro entre Lula e FHC poderia inviabilizar uma conversa reservada entre os dois. Aliados de Lula atribuem a divulgação da informação ao grupo do tucano.

HW COMUNICAÇÃO Com G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.