Luiz Schiavon, Fernando Deluqui e Paulo Pagni não querem que Paulo Ricardo seja associado ao RPM. Os ex-integrantes entraram na Justiça para proibir o ex-vocalista de citar e interpretar canções da antiga banda.

Segundo o jornal “Agora São Paulo”, os ex-membros alegam que o cantor tem registrado a marca somente em seu nome e, por isso, não querem que o grupo se vincule ao artista em sites e campanhas promocionais.

Em defesa, o famoso afirmou que o sucesso do grupo se deu por sua “incontestável liderança”. Além disso, também disparou que seus colegas eram “meramente músicos acompanhantes”.

Vale lembrar que o RPM se separou há mais de trinta anos. Luiz, Fernando e Pagni, no entanto, pensam em formar uma nova banda juntos.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Famosidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here