Após ter sido eliminado pelo alemão Dustin Brown, número 102 da ATP, na segunda rodada de Wimbledon, Rafael Nadal revelou que não pensa na aposentadoria, mas que também não sabe se conseguirá voltar a jogar no nível de dois ou três anos atrás. 
Segundo o espanhol, que está em má fase desde seu título da edição de 2014 de Roland Garros, ele ainda está motivado a voltar ao que era antes, mas revela que pensará no seu futuro no  tênis  se manter o nível apresentado recentemente. 
“Vou dia a dia, torneio a torneio. Daqui um tempo veremos aonde vou estar, aonde posso estar e aonde não posso estar. Se continuamos assim durante dois anos mais veremos o que acontece. Quando chegar o dia em que eu não me motive pelo que estou fazendo, buscarei outras coisas para fazer. Hoje, não é o caso. Tenho a motivação pessoal e vou lutar por isso”, declarou o tenista após sua eliminação em Wimbledon. 
Nadal espera voltar ao nível apresentado em 2008 e 2010, quando triunfou por duas oportunidades em Wimbledon. O espanhol também exaltou o seu algoz, Dustin Brown, afirmando que o alemão sacou bem, dificultando o seu jogo, já que não estava no ritmo.

“Não sei se vou recuperar o nível de 2008 e 2010, mas minha motivação é essa. Se eu não conseguir, tudo bem, pelo menos tentei. Fui finalista cinco vezes aqui (Wimbledon). Nessa superfície (grama) você enfrenta jogadores que não querem jogar do fundo da quadra e é assim. Sacou bem, com muita força, e eu não tinha ritmo”, disse.

HW COMUNICAÇÃO com Portal Terra

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.