Na madrugada desta quinta-feira (02), um comerciante do açougue público de Pombal, foi furtado tendo um prejuízo de mais de R$ 400,00.


Segundo relatos da vítima, o crime teria ocorrido na madrugada desta quinta-feira, onde elementos não identificados teriam arrombado parte de uma entrada de ar na parede do prédio público, tendo acesso às tarimbas de carne.

Conforme foi repassado com exclusividade ao HW COMUNICAÇÃO pelo comerciante Iury dos Santos Almeida, foram furtados cerca de 20 kg de carne.

Ainda conforme relato da vítima, as carnes estavam dentro de um freezer que estava trancado com correntes e cadeados que foram arrebentados na ação criminosa.

O comerciante disse ainda que essa foi à quarta vez em que ele foi furtado, contabilizando um prejuízo de aproximadamente mil reais.


De acordo com a vítima, o local por onde os criminosos entraram, fica num beco entre o açougue e um supermercado.

Iury denunciou ainda o descaso da gestão municipal, com os comerciantes que diariamente trabalham no local.

Conforme Iury, não existe guarda municipal no açougue o que facilita a ação criminosa, além da falta de guarda, o comerciante disse que existe apenas um funcionário público encarregado pelo edifício que é bastante grande.
Iury disse a nossa reportagem, que o prédio encontra-se em situação de total abandono, que até a água do imóvel foi cortada a pedido da gestão municipal, alegando que seria feito uma reforma que até o presente momento se quer iniciou.

Ele disse ainda, que em reuniões foi acordado que a prefeitura faria a restauração do edifício e os marchantes ficariam responsáveis pela reforma das tarimbas.

Em contato com a direção da CAGEPA local, foi confirmado que a água do imóvel foi cortada a pedido da gestão municipal que encaminhou ofício solicitando o corte, pois iria começar a reforma do prédio.

Nossa reportagem entrou em contato com pessoas ligadas a administração municipal que informaram que nos próximos dias estará sendo feito o processo de licitação para o início das obras de restauração do açougue público.

Henio Wanderley – HW COMUNICAÇÃO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here