O Clube dos Oficiais da Polícia Militar da Paraíba vai entrar com ações judiciais caso o Comando da PM não desista, junto ao governo do Estado, da ideia de implantar a Guarda Militar Temporária no estado. A informação foi confirmada ao Portal Correio pelo presidente do Clube dos Oficiais, coronel Francisco de Assis.

Segundo o coronel, a Guarda Temporária é inconstitucional. Além disso, a criação do serviço fere a estrutura de entrada de novos policiais na corporação.

“Estamos encaminhado um documento para o comandante e se isso não for resolvido iremos tomar as medidas jurídicas cabíveis e necessárias para barrar a medida. Já houve decisão do Supremo [Tribunal Federal] determinando inconstitucionalidade da medida em outras ocasiões. 

Além disso, a forma de ingresso se policiais na PM é via concurso público, depois treinamento”, afirmou o coronel.

Ainda sobre a possível criação da Guarda Temporária, o coronel Francisco de Assis questionou a intenção do governo de chamar jovens com passagem pelo Exercito para servir como policiais militares.

“Existe toda uma preparação para se formar um policial. Como é que se vai pegar jovens que tenham deixado o serviço com o Exército para colocá-los nas ruas sem nenhuma preparação? Isso é ruim para a sociedade e ruim para a PM”, concluiu o coronel.

HW COMUNICAÇÃO

Fonte: Portal Correio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.