O clima esquentou na Câmara Municipal de Pombal, no Sertão da Paraíba, durante a Sessão Ordinária desta terça-feira (08/05), embates acirrados e denuncias contra o governo municipal e estadual foram levados para a tribuna da Casa de “Avelino de Queiroga Cavalcanti”.
Dentre os assuntos abordados a polêmica dos ofícios enviados pela prefeitura da cidade suspendendo o transporte dos alunos da rede pública estadual que poderão ser ‘proibidos’ de trafegarem nos ônibus escolares do município (RELEMBRE).
Outro assunto que foi levado a tribuna, foi uma denuncia de falta de combustível em uma ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), que segundo o vereador Edno Dantas, teria ficado impossibilitada de realizar uma transferência de uma mulher em trabalho de parto devido a falta de combustível no veículo, o ocorrido foi negado pelo vereador Ailton Melo que disse que as três ambulâncias estavam com o tanque cheio e que funcionários do Hospital Regional de Pombal (HRP), estavam simulando ligações para a regulação do SAMU enganando pacientes do HRP.
Já o vereador Alcides Gomes, chamou o governador Ricardo Coutinho de “Governador Parasita”, afirmando que além dos repasses da educação, o gestor estadual não estava fazendo os repasses para a saúde e que o Estado devia R$ 1.572.000,00 (Um Milhão, Quinhentos e setenta e dois Mil) ao município.
Abaixo confira na integra a Sessão Ordinária desta terça.

HW COMUNICAÇÃO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here