O clima esquentou na Câmara Municipal de Pombal, no Sertão da Paraíba, durante a Sessão Ordinária desta terça-feira (08/05), embates acirrados e denuncias contra o governo municipal e estadual foram levados para a tribuna da Casa de “Avelino de Queiroga Cavalcanti”.
Dentre os assuntos abordados a polêmica dos ofícios enviados pela prefeitura da cidade suspendendo o transporte dos alunos da rede pública estadual que poderão ser ‘proibidos’ de trafegarem nos ônibus escolares do município (RELEMBRE).
Outro assunto que foi levado a tribuna, foi uma denuncia de falta de combustível em uma ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), que segundo o vereador Edno Dantas, teria ficado impossibilitada de realizar uma transferência de uma mulher em trabalho de parto devido a falta de combustível no veículo, o ocorrido foi negado pelo vereador Ailton Melo que disse que as três ambulâncias estavam com o tanque cheio e que funcionários do Hospital Regional de Pombal (HRP), estavam simulando ligações para a regulação do SAMU enganando pacientes do HRP.
Já o vereador Alcides Gomes, chamou o governador Ricardo Coutinho de “Governador Parasita”, afirmando que além dos repasses da educação, o gestor estadual não estava fazendo os repasses para a saúde e que o Estado devia R$ 1.572.000,00 (Um Milhão, Quinhentos e setenta e dois Mil) ao município.
Abaixo confira na integra a Sessão Ordinária desta terça.

HW COMUNICAÇÃO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.